Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 24 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Corinthians teve cinco técnicos com estilos diferentes

30 Jul 2004 - 10h23
Ordens para "pegar" o rival, teorias mirabolantes e xingamentos nos treinos foram ouvidos pelos corintianos antes de eles trabalharem com Tite.

Desde que Parreira deixou o Parque São Jorge, no início de 2003, eles tiveram cinco treinadores de estilos diferentes. Primeiro veio Geninho. Fã do "futebolês" ele causou polêmica ao berrar para o lateral Roger, hoje no Flamengo, "pegar" D'Alessandro no jogo em que o River Plate eliminou o Corinthians da Libertadores-2003. O atleta bateu e foi expulso.

"Não mandei bater, só pedi para ele marcar", justificou o treinador na ocasião.

Depois dele veio Júnior, que comandou o time só em dois jogos. Ele pouco falava durante as partidas, ficava com as mãos nos bolsos e batia na bola nos treinos para ensinar os atletas.

Juninho, seu substituto, inovou mais. Usou exemplos do futêvolei para orientar a defesa e pregou a teoria do ímpar. Segundo sua tese, é sempre melhor ficar numa posição ímpar na tabela de um campeonato.

Antecessor de Tite, Oswaldo de Oliveira era polido e falava de jazz nas entrevistas. Nos treinos, passou a abusar dos palavrões pouco antes de ser demitido pela diretoria.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Filho de Angélica e Luciano Huck sofre acidente com wakeboard em Ilha Grande
DUPLO ASSASSINATO
Criança vê execução de pai e mãe em menos de 6 meses
COPA AMÉRICA
Brasil joga bonito, goleia Peru e se classifica em primeiro, veja os gols
SELFIE MORTAL
Jovem morre ao tentar tirar selfie na estação de trem do Riachuelo
CIGARRO ELETRÔNICO
Narguilé explode e jovem tem 60% do corpo queimado em festa
SOB INVESTIGAÇÃO
Menina de um ano morre e IML aponta agressão física como causa da morte
CASO NEYMAR
Caso Neymar: Polícia francesa recupera imagens de hotel
MUNDO DA MÚSICA
Ludmilla posta foto de biquíni ao lado da namorada e faz declaração
JUSTICEIROS
Revoltados, moradores ateiam fogo em casa de bebê morto. Pai, mãe e avó estão presos
MILIONARIO
Apostador de Osasco-SP acerta dezenas e leva R$ 124 milhões da Mega-Sena