Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CONTAINER
Brasil

Corinthians tenta embalar no Brasileiro contra o Paraná

10 Jul 2004 - 10h17
Volante na zaga, meia na lateral, jogador que começa a partida numa posição e termina na outra. É assim, fora de ordem, que o Corinthians tenta a sua segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro, contra o Paraná, neste sábado, às 18h, no Pacaembu.

A seqüência, inédita para o clube no Nacional-04, evitaria o risco de a equipe voltar à zona de rebaixamento --ocupa a 20ª posição.

Por falta de opções, Tite aposta na política de usar o mesmo atleta em diferentes funções. O volante Wendel entra na zaga, no lugar de Valdson, que está suspenso.

Betão, Rogério, Gil, Renato, agora reserva, Fabinho e Fábio Baiano também se acostumaram a fazer de tudo um pouco.

"Essas mudanças funcionam porque o Tite deixa a gente sem medo de errar", disse Wendel.

"É um trabalho difícil. Tenho que diagnosticar a virtude dos jogadores em um espaço curto de tempo", afirmou o treinador.

Zagueiro, Betão já jogou na lateral direita e na esquerda. Ele é um dos trunfos do treinador para mudar de esquema tático no meio da partida, como aconteceu contra o Curitiba. O time abandonou o 3-5-2 e adotou o 4-4-2, com Betão na lateral esquerda. A estratégia pode ser repetida no Pacaembu.

"Mudei porque o adversário colocou um atacante a mais. Tentei isso contra o Santos, mas o Basílio marcou o gol antes. É um recurso importante porque mudo a forma de atuar do time sem precisar fazer substituições", disse Tite.

O capitão Rogério é um dos mais versáteis. Além de lateral e volante, posição que ocupará neste sábado, já jogou como armador, função também feita por Fabinho.

Gil também atuou como armador. "Mas fiz a melhor atuação no ataque, minha posição preferida", lembrou o atacante, referindo-se à vitória sobre o Coritiba (2 a 1). Ele marcou um gol e cruzou a bola para Rogério fazer o outro.

Revelado no Parque São Jorge, como Gil, Rosinei não tem a sorte de jogar na sua posição favorita. O meia será escalado de novo como ala-direito na partida contra o Paraná.

Renato é outro meia que mudou de função. Virou lateral-esquerdo e perdeu a posição para Zé Carlos, jogador que substituíra.

CORINTHIANS
Fábio Costa; Wendel, Betão e Anderson; Rosinei, Fabinho, Rogério, Fábio Baiano e Zé Carlos; Marcelo Ramos e Gil.
Técnico: Tite

PARANÁ
Flávio; Cláudio, Fernando Lombardi, Gélson Baresi e Edinho; Axel, Beto, Marcel, Fernando e Canindé; Galvão.
Técnico: Gílson Kleina

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Horário: 18h
Juiz: Fabrício Neves Corrêa (RS)

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'