Menu
SADER_FULL
segunda, 22 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Corinthians tem prova de fogo na estréia de Carpegiani

26 Abr 2007 - 10h37
Finalmente chegou o dia. Paulo César Carpegiani estréia na direção do Corinthians nesta quinta-feira, às 20h30, no confronto contra o Náutico, que vale vaga nas quartas-de-final da Copa do Brasil.

Situações boas ao novo comandante não faltam: sua estréia será em casa, com estádio lotado e a possibilidade de avançar com vitória simples ou empate por 0 a 0 ou 1 a 1 após o 2 a 2 no Estádio dos Aflitos, no Recife. Tudo bonito no papel, mas para o técnico, é necessário alerta geral, pois os pernambucanos trarão enorme perigo.

Carpegiani tem razão em ser precavido. Atuar sob seus domínios não é um fator positivo para o Corinthians em 2007, ano em que o time tropeçou em mais da metade dos 11 confrontos aos que foi mandante. Foram empates com os frágeis Rio Branco, Sertãozinho e Grêmio Barueri. Pior: perdeu para Ituano, São Caetano e o clássico frente o Palmeiras, disputado no Morumbi.

“Para evitar surpresas, temos de nos impor, senão é o adversário que se impõe e fica complicado”, adverte Carpegiani. “Este time ainda não terá minha cara, e talvez nunca tenha, pois sou muito exigente, perfeccionista. Terá, contudo, muita disciplina e garra impressionante, coisas que a torcida gosta muito.”

O treinador define o Manchester United, da Inglaterra, como sinônimo de perfeição no futebol: um time que se defende muito bem, tem distribuição tática perfeita e sabe atacar em bloco. O gosto pela postura compacta dos clubes europeus, no entanto, não significa que tal sistema será imposto no Corinthians. “Não quero equipe defensiva e sim, equilibrada. Gosto de segurança, mas com perspectiva de fazer gols”, afirma. Não à toa, deve trocar o atacante Jean Carlos, que joga mais pelas pontas, pelo centroavante Wilson.

Tanta vontade, alerta Carpegiani, não significa nada. Para ele, tudo tem de ser como o ensaiado. “Temos de trazer a torcida para nosso lado. Como? Organizado no meio, firme na defesa, contra-atacando com velocidade e sabendo fazer pressão ao adversário”, diz. “Nossa obrigação é a de jogar pela vitória.”

Aos 58 anos, dono dos mais importantes títulos no futebol, Carpegiani, quem diria, também está ansioso pela estréia. “Até o meio-dia, ainda vou estar com friozinho na barriga”, reconhece. “No campo, porém, a coisa muda quando a bola rola.”

Ainda sem o atacante Kuki, que sofreu uma artroscopia no joelho e só deve voltar aos campos daqui a um mês, o Náutico aposta na volta de Felipe ao ataque para surpreender o Corinthians no Pacaembu. Ele foi o artilheiro da Série B no ano passado, com 15 gols, e já fez 4 este ano. Ele fará dupla com Beto, autor de um dos gols feitos do primeiro jogo, nos Aflitos. O técnico Paulo César Gusmão mudou a equipe, e assegura não temer o adversário, tanto que vai escalar Marcel e Acosta no meio e mais os dois atacantes, uma formação mais ofensiva do que na partida em casa.

CORINTHIANS x NÁUTICO

Corinthians - Jean; Eduardo Ratinho, Betão, Marinho e Carlão; Marcelo Mattos, Magrão, Rosinei e Éverton; Arce e Wilson. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Náutico - Gléguer; Sidny, Allyson, Cris e Deleu; Elicarlos, Vagner Rosa, Marcel e Acosta; Felipe e Beto. Técnico: Paulo César Gusmão.

Árbitro - Evandro Rogério Roman (PR).
Horário - 20h30.
Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSOS
Ao menos 12 órgãos abrem inscrições para preencher quase 800 vagas
VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082