Menu
RIO_DOURADOS
SADER_FULL
Busca
SUCURI_MEGA
Brasil

Corinthians marca reunião para contratar Roger

9 Dez 2004 - 09h22
Uma reunião na próxima semana pode aproximar ainda mais o meia Roger, que pertence ao Benfica, do Corinthians.

O procurador do jogador, Mauro Azevedo, revelou que já foi procurado por representantes do Grupo MSI e que o parceiro do clube pretende conversar com Roger na próxima semana.

"O pessoal da MSI ligou e avisou que o Kia quer marcar uma reunião. Estamos só esperando, a idéia é fazer o encontro na semana que vem", afirmou Mauro Azevedo.

O iraniano Kia Joorabchian chega ao Brasil no início da próxima semana e deve comandar pessoalmente as negociações para a contratação do jogador. Quem também deve participar dos encontros é o gerente de futebol Paulo Angioni, que tem excelente relação com o jogador (além de serem amigos, os dois trabalharam juntos no Fluminense).

Roger já se desligou da equipe carioca na semana passada. O jogador agora espera que os clubes interessados na sua contratação entrem em contato com o Benfica para tentar um acordo.

O meia tem contrato com a equipe portuguesa até julho de 2006. Ele estava emprestado ao Fluminense e o Benfica pagava metade do seu salário, que é 100 mil euros mensais.

De acordo com Mauro Azevedo, o clube português não aceita mais liberar o jogador por empréstimo, muito menos pagar parte dos seus vencimentos. Com isso, o clube interessado na contratação do jogador terá que conseguir a compra dos seus direitos federativos, que não saem por menos de US$ 4 milhões.

O desejo de disputar a Copa do Mundo de 2006 pode facilitar a transferência de Roger para o Parque São Jorge. O jogador acredita que, no futebol de São Paulo, terá mais chances de ser convocado pelo técnico Carlos Alberto Parreira.

Saída melancólica

Antigo fã de Roger, o presidente do Fluminense, David Fischel, admitiu que ficou decepcionado com o desempenho do meia que foi contratado para ser o cérebro do time e deixou o clube pela porta dos fundos, como no início de 2002, após uma série de atitudes antiprofissionais, como falta aos treinamentos e descaso total com os companheiros.

"Muita coisa extra-campo atrapalhou o rendimento do Roger. O resultado acabou sendo uma despedida melancólica. Sua permanência no Fluminense no próximo ano não está totalmente descartada, mas foi prejudicada por uma série de acontecimentos", disse Fischel.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Maniaco Sexual
Homem é preso por abusar sexualmente de menina que queria adotar
Lava Jato
Ministros do STF admitem possibilidade de soltura e candidatura de Lula
Brincadeira Fatal
Tragédia: bebê morre esmagado durante brincadeira com carro da família
Execução
Homem tenta correr, mas é executado no meio da rua
Acerto de Contas
Homens falam que são policiais e matam jovem com 45 tiros
Famosidades
Lívia Andrade abre o jogo e diz que gostaria de ser a Hebe Camargo
Nodulo nos Rins
Thiago Fragoso passa por cirurgia nos rins para retirada de nódulo e se recupera bem
Novela Global
'Outro lado': Adriana e Nicolau se beijam pela primeira vez
O Apocalipse
Natália (Samara Felippo) é beijada por Dylan (Marcelo Valle) e se diverte com o jeito dele
Acerto de Contas
Mulher é assassinada e companheiro é poupado pelos bandidos