Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Corinthians já trabalha com MSI, diz iraniano

31 Ago 2004 - 07h17

O presidente do Grupo Media Sports Investment (MSI), Kia Joorabchian, deixou claro em entrevista coletiva nesta segunda-feira que o Corinthians trabalha como se já tivesse o aval do Conselho Deliberativo e do Conselho de Orientação (CORI) para concretizar a parceria.

Joorabchian disse que a parceria com o Corinthians foi aprovada pelo Conselho Deliberativo, o que não é verdade. Na última terça-feira, houve uma votação do pré-contrato com 341 votos a favor, sete contra e duas abstenções.

Segundo Joorabchian, o grupo especial foi formado apenas para fiscalizar a redação do contrato. "O contrato foi aprovado e um grupo de conselheiros foi formado para monitorar o contrato final. Existe uma série de itens a serem esclarecidos."

Joorabchian aproveitou para anunciar que pretende contratar dois jogadores de peso ainda para o Brasileirão. Tudo vai depender da oficialização da parceria. Enquanto o clube não assinar, nenhum centavo será gasto. "Queremos dois importantes jogadores já para o Campeonato Brasileiro. Temos nos concentrado nisso, mas não podemos concretizar nada antes de oficializada a parceria. As transferência dependem deste contrato. Nossa meta é pagar as contas do clube e investir na formação de um time. Já conversei com o Tite e com o Angioni sobre reforços. Estamos tentando, mas não posso falar em nomes", declarou.

O iraniano procurou ainda descaracterizar a comissão especial formada para investigar a origem dos investimentos e a ligação da MSI com o magnata russo Boris Beresovisky, acusado, entre outras coisas, de lavagem de dinheiro em seu país.

"Ninguém traria dinheiro de fora para limpar aqui. Nossos recursos virão de bancos de primeira linha da Europa. Não há razões para questionar. O Boris é meu amigo. O conheço há uns sete, oito anos. Já fizemos negócios juntos, mas hoje não há nada. Mas sempre conversamos. O convidei para participar dessa negociação, mas ele não teve interesse. Quando estávamos na Europa, o Dualib lhe foi apresentado por isso."

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho