Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 15 de agosto de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Corinthians cede empate no final para o Botafogo

9 Ago 2004 - 07h45
A torcida fez sua parte. Encheu o Pacaembu e, por pouco, não igualou o recorde de público do Campeonato Brasileiro. O Corinthians, por sua vez, dominou o jogo contra o Botafogo, mas cedeu o empate por 2 a 2 a três minutos do final e não conseguiu chegar à quarta vitória consecutiva.

A partida neste domingo registrou um público total de 28.220 torcedores. Até sábado, o clube já tinha vendido 15 mil ingressos. O maior público até a 22ª rodada do Brasileiro foi de 28.644 pessoas, registrado no clássico entre Corinthians e Palmeiras, no Morumbi.

Com o resultado, o time paulista está na 13ª colocação no Brasileiro, agora com 31 pontos. Por sua vez, o Botafogo foi a 21 pontos e permanece na zona de rebaixamento, na 22ª e antepenúltima colocação. O time está entre os quatro últimos desde a primeira rodada do torneio.

Em campo, a primeira boa chance foi do Corinthians, aos 8min. Betão fez boa jogada com Renato pela esquerda e lançou Gil dentro da área botafoguense. O atacante dominou e chutou de direita, mas a bola saiu ao lado do gol de Jefferson.

Pressionando bastante a saída de bola do adversário, o time da casa não demorou a abrir o placar. Aos 16min, Edson tabelou na lateral da área com Fabinho e cruzou rasteiro. Gil se antecipou à zaga e só desviou para dentro do gol.

Em sua primeira oportunidade, o Botafogo conseguiu o empate, três minutos depois. Schwenck foi derrubado por Edson na entrada da área corintiana. O veterano Valdo cobrou bem, no canto direito, e Fábio Costa não conseguiu chegar.

Aos 27min, Marcelo Ramos perdeu uma grande chance de colocar o Corinthians na frente novamente. Gil recebeu pela esquerda, avançou e fez bom cruzamento. Marcelo concluiu de primeira e Jefferson fez grande defesa. Dois minutos depois, o atacante recebeu de Fábio Baiano, na entrada da área, e chutou por cima do gol.

Jefferson fez mais uma excelente defesa aos 34min. Gil recebeu de Fabinho na direita e cruzou na cabeça de Marcelo Ramos. O atacante conseguiu cabecear bem, mas o goleiro do Botafogo desviou para escanteio. Cinco minutos depois, o jogador voltou a ter boa chance de cabeça, mas a bola saiu ao lado do gol.

O Botafogo voltou mais ofensivo no segundo tempo, com Almir no lugar do atacante argentino Raúl Estevez, que não apareceu na etapa inicial. O time carioca teve uma boa chance logo aos 7min, quando Almir armou a jogada pela esquerda e tocou para Elvis, que chutou cruzado, obrigando Fábio Costa a desviar, com as pontas dos dedos, para escanteio.

O Corinthians respondeu logo em seguida. Edson tabelou com Fabinho, foi ao fundo e rolou para o volante, livre, chutar rasteiro. Jefferson tirou com o pé. Aos 10min, Fábio Baiano deixou Gil, livre, frente a frente com o goleiro botafoguense, que impediu o gol novamente.

O time da casa conseguiu o segundo gol logo depois de colocar os atacantes Alessandro e Jô nos lugares de Edson e Marcelo Ramos. Aos 20min, Alessandro avançou pela direita e cruzou na área. O zagueiro Anderson desviou de cabeça e Wendel apareceu livre, para desviar para dentro do gol.

Fábio Costa evitou novo empate do Botafogo aos 28min. Carlos Alberto avançou pela esquerda e virou o jogo para o lateral Ruy, que entrava na área pela direita. O jogador dominou com o braço, mas a arbitragem não marcou, e o goleiro corintiano desviou o chute para escanteio.

Na outra oportunidade do Botafogo na etapa final, o time empatou. Renatinho fez boa jogada pela esquerda e tocou de calcanhar para Têti, que foi ao fundo e cruzou. Schwenck apareceu no meio da zaga corintiana e chutou de primeira, sem chance defesa para Fábio Costa, aos 42min.

Em seguida, Gil recebeu bom lançamento pela esquerda, invadiu a área e chutou forte, exigindo boa defesa de Jefferson, que pegou em dois tempos. Aos 46min, Jô recebeu bom lançamento de Alessandro e dividiu com Jefferson, mas a bola saiu ao lado do gol.

CORINTHIANS
Fábio Costa; Anderson, Valdson e Betão; Edson (Alessandro), Wendel, Fabinho, Fábio Baiano e Renato; Gil (Bruno Octavio) e Marcelo Ramos (Jô).
Técnico: Tite.

BOTAFOGO
Jefferson; Ruy, Rafael Marques, Gustavo e Renatinho; Fernando, Carlos Alberto, Valdo e Elvis (Têti); Estevez (Almir) e Schwenck (Leandro).
Técnico: Mauro Galvão.

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo.
Juiz: Wilson de Souza Mendonça (Fifa-PE).
Gols: Gil, aos 16min, Valdo, aos 19min do primeiro tempo; Wendel, aos 20 min do segundo tempo.
Cartões amarelos: Gil, Edson, Fábio Baiano (Corinthians) Ruy, Renatinho, Rafael Marques (Botafogo)
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante
NOVELA DA RECORD
Herodíade diz que foi agarrada por Batista e Joana a chama de mentirosa.
ESTUPRO VULNERÁVEL
Criança desabafa com amiga de classe que era estuprada por padrasto; ele está foragido
CABRA MACHO
Exigência de masculinidade: edital de concurso da PMPR causa polêmica
FAMOSIDADES
Silvio Santos reclama da filha: 'Patrícia não faz nada e ganha um belo salário'
BELEZA
Piauiense que venceu Miss Brasil Mundo 2018 diz que já passou fome e teve preparação forte
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Beto pede separação a Karola e vilã finge aceitar