Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Coração também sofre com a poluição

16 Set 2004 - 09h47
A adolecente Genne Kelly Correia Leite, de 17 anos, foi assassinada por volta das 20h da quarta-feira, em frente à E.E.P.S.G. Professor Oguiomar Ruggeri, em Osasco, na Grande São Paulo. Apesar de estar fora da escola, a jovem aguardava pelo início da segunda aula quando foi surpreendida por um homem que usava um capacete vermelho. A pé, o criminoso aproximou-se de Genne Kelly, tomou dela o aparelho celular e atirou. A vítima estava na calçada ao lado de duas amigas, que, a princípio, não perceberam que a estudante havia sido baleada.

Mesmo levada por colegas para o Pronto-socorro do Jardim Santo Antonio, Genne não resistiu e morreu. O assassino continua foragido e, como estava de capacete, será impossível fazer o retrato-falado dele. Segundo o que a polícia apurou, há cerca de seis meses um namorado de Genne foi morto a tiros. A hipótese de latrocínio - roubo seguido de morte - é a menos provável segundo a polícia, que trabalha com a idéia de acerto de contas ou então crime passional.

O caso foi registrado no 01º Distrito Policial de Osasco.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA TERRIVEL
Jovem com câncer terminal foge de hospital, realiza desejo de comer hambúrguer e morre
SUICIDIO
Técnica de enfermagem tira a própria vida dentro de banheiro de hospital
PACOTE PÁSCOA NO CAMPO BELO RESORT
Campo Belo Resort com pacote especial para a PÁSCOA, Confira aqui e já faça sua reserva
CORAJOSA
Mulher reage a assalto e dá surra em bandido
DESUMANIDADE
Motorista morre em acidente com caminhão e carga de frango é saqueada
LOTERIA
Loterias do final de semana podem pagar mais de R$ 23 MILHÕES
CRIATIVIDADE
Mulher consegue emprego após 5 horas no semáforo com cartaz
BONITO - MS - PACOTE DE PÁSCOA
Que tal curtir o feriado de Páscoa em Bonito MS?, confira o pacote especial do Águas de Bonito
TERROR NA ESCOLA
Homem é morto a tiros enquanto buscava filho na escola
TARADÃO
‘Peladão’ aterroriza mulheres em bairro nobre