Menu
SADER_FULL
quinta, 24 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Cooperativas pedem redução de taxa de juros

26 Abr 2007 - 05h14

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, participou hoje do primeiro encontro oficial com representantes do sistema cooperativista brasileiro. Durante o lançamento da publicação “Evolução do Cooperativismo no Brasil”, na sede da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), em Brasília, o ministro ouviu as principais reivindicações do setor, entre as quais a redução das taxas de juros, especialmente nas linhas de crédito do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Banco do Brasil e demais bancos oficiais.

A pauta foi entregue ao secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Márcio Portocarrero. A OCB também pediu que Stephanes seja o porta-voz do setor no que se refere à busca de um tratamento tributário “adequado”, incluindo a mudança de alíquota do ICMS. “Colocamos nossa estrutura à disposição do ministro para encaminhamento destas questões junto aos órgãos competentes”, disse o vice-presidente da OCB, Luiz Roberto Baggio.

Durante a solenidade, foi assinado um acordo de cooperação técnica entre a OCB e a Confederação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-Pecuárias de Angola (Unaca). O termo de cooperação técnica visa a formação de recursos humanos, o aprimoramento da gestão cooperativa em Angola e o fortalecimento do intercâmbio comercial. “Depois de 30 anos de sofrimento, estamos retomando o processo de paz em Angola e vamos levar aos nossos governantes o exemplo do cooperativismo brasileiro como instrumento de fortalecimento da economia”, disse o presidente da Unaca, Paulo Uime.

O presidente da OCB, Márcio Freitas, lembrou que a entidade representa 4.603 cooperativas que atuam em 13 atividades distintas, desde o ramo agropecuário até o eixo urbano. “São 7,4 milhões de membros diretamente ligados às cooperativas. Se relacionarmos às famílias dos cooperados, são 30 milhões de brasileiros ligados ao cooperativismo”, destacou. Freitas lembrou ainda que o setor gera 218 mil empregos diretos, acrescentado que o movimento quer estar cada vez mais próximo dos governos democráticos. “O Ministério da Agricultura tem sido nossa porta de entrada e nosso advogado na divulgação do nosso lema: eficiência econômica traz eficiência social”.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes