Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Contribuinte tem só uma semana para declarar IR

23 Abr 2007 - 14h12

Os contribuintes que ainda não fizeram a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2007 têm até a próxima segunda-feira (30) para acertar as contas com o leão. Depois dessa data, segundo a Receita Federal, o contribuinte estará sujeito ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74. O valor da penalidade, porém, pode chegar a 20% do imposto devido.

Até a última sexta-feira (20), dos 23,5 milhões de contribuintes brasileiros que prestam contas este ano, somente 11,8 milhões já haviam entregado suas declarações.

 Especialistas ligados ao Sindicato dos Contabilistas de São Paulo alertam os contribuintes para que não deixem a entrega de suas declarações para a última hora, em razão do congestionamento no site da Receita. Estão obrigados a declarar o Imposto de Renda os contribuintes que, em 2006, apresentaram rendimentos tributáveis superiores a R$ 14.992,32.

Obrigatoriedade do CPF

A obrigatoriedade de informar o CPF de dependente maior de 21 anos na declaração tem pegado no contrapé muitos contribuintes. Eles só ficam sabendo da exigência quando tentam enviar a declaração pela internet e o sistema acusa "erro" que impede a transmissão. O erro, no caso, é a falta do CPF desse dependente. Sem essa informação, não é possível entregar a declaração, mas a simples retirada do dependente para resolver o problema pode provocar aumento significativo do imposto devido. Assim, o jeito é correr atrás do CPF faltante.

Como só falta uma semana para entregar a declaração do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física e o CPF novo sai só no dia seguinte ao da solicitação, quem está nessa situação precisa fazer o pedido logo neste início de semana, para não ter problemas. Até o ano passado, a informação era opcional; agora, é obrigatória.

O "erro" tem estado relacionado mais freqüentemente à inclusão de mães idosas e avós sem CPF. A obrigatoriedade incomoda também o titular com dependente sem CPF morto em 2006. Até mesmo nesse caso é preciso providenciar o documento. A Receita só libera a transmissão de declaração que inclui dependente maior de 21 anos sem CPF quando se trata de pessoa incapaz: código 23 - filho(a) ou enteado(a) em qualquer idade, quando incapacitado física e/ou mentalmente para o trabalho - e código 51 - a pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador.

 

 


Deixe seu Comentário

Leia Também

ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel