Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Contra o Náutico, Palmeiras busca terceira vitória consecutiva

7 Jul 2007 - 10h10

Nem o palmeirense mais temeroso com o futuro de sua equipe no Brasileiro poderia desejar dupla melhor de adversários para servirem de "sparring" ao ascendente time do técnico Caio Júnior.

Após bater o lanterna América-RN (2 a 0), o Palmeiras joga no estádio dos Aflitos, em Recife, contra o Náutico, segunda pior equipe do campeonato, com seis pontos e a defesa mais vazada da competição (20 gols) até o início da décima rodada.

Um trampolim perfeito para quem, antes de vencer o Corinthians há uma semana (1 a 0) e iniciar a reação, era o 14º colocado, com apenas oito pontos --na ocasião, um ponto acima da zona do rebaixamento.

Atualmente em sétimo e distante sete pontos da degola (o time soma 14), os paulistas querem aproveitar a chance de aniquilar os rivais mais fracos. Mesmo que o discurso traga a habitual apologia à humildade.

"Todo mundo falou que o América seria fácil, mas encaramos igual ao Corinthians, com muita pegada. O Náutico está num momento difícil, mas precisamos respeitá-los", declarou o zagueiro Gustavo.

Uma vitória hoje é vista pelo elenco como a prova definitiva de que a maré virou de vez no Parque Antarctica.

Quem viveu o mais recente inferno astral no clube e agora participa da sua reação diz que o confinamento em Jarinu (71 km da capital), na semana passada, foi fundamental.

"O ambiente estava ruim antes das duas vitórias. Fomos para Jarinu, nos fechamos e conseguimos vencer", falou o meia Caio, que fez gol no América.

Claro que o mais importante foi feito dentro de campo. Sem sofrer gols há duas rodadas no Nacional, o Palmeiras parece acertar, aos poucos, a sintonia entre uma retranca eficiente e um ataque produtivo.

"Levamos muitos gols no início e agora achamos o caminho ideal", afirmou o zagueiro Nen, que formará o trio defensivo com Gustavo e Dininho pela terceira vez seguida.

A tendência é que Caio Júnior mantenha o esquema 3-6-1, com Luís isolado na frente. Luiz Henrique, cujo nome apareceu ontem no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF, deve começar no banco.

O desfalque será o volante Pierre, suspenso pelo terceiro amarelo. Makelele aparece como o provável substituto.

NÁUTICO
Rodolpho; Onildo, Toninho e Allysson; Deleu, Daniel Paulista, Elicarlos, Acosta e Júlio César; Felipe e Kuki.
Técnico: Roberto Fernandes

PALMEIRAS
Diego; Gustavo, Nen e Dininho; Paulo Sérgio, Makelele, Wendel, Martinez, Caio e Valmir; Luís.
Técnico: Caio Júnior

Local: estádio dos Aflitos, em Recife
Horário: 18h10
Juiz: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião