Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Construção civil contrata mulheres para suprir demanda

19 Ago 2010 - 15h51Por

A indústria da construção civil de Campo Grande, que está encontrando dificuldade de mão-de-obra para atender à demanda das empresas, está buscando mulheres para suprir essa necessidade. Muitas delas estão sendo contratadas e já estão trabalhando em canteiros de obras e o mais importante, segundo os empresários e sindicalistas: elas não deixam nada a desejar em relação aos homens.  

A capital precisa de mil trabalhadores para construir 3 mil moradias do projeto Minha Casa Minha Vida, a partir de setembro. Um acordo coletivo firmado entre a empresa mexicana Homex Brasil Construções Ltda, responsável pela construção, e o Sintracom, vai garantir salários acima do valor de mercado.  

Os interessados e interessadas em trabalhar nesse projeto devem procurar o sindicato (Rua Maracaju, 878) para fazer um cadastramento. Segundo Samuel Freitas, elas devem levar documentos pessoais e comprovante de residência para serem localizadas posteriormente para o processo de seleção. Esse cadastro pode ser feito também na Fundação do Trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo