Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 18 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Conselho corintiano decide hoje o fim da “era Dualib”

7 Ago 2007 - 09h03
 
Após 14 anos no trono do Corinthians, o presidente Alberto Dualib deve começar a perder sua coroa de vez nesta terça-feira. O processo de impeachment do mandatário começa esta noite, em reunião do Conselho Deliberativo que votará pelo seu afastamento.

Opositores não aceitam apenas o pedido de licença. Aliás, acusam Dualib de estar tentando uma manobra para voltar ao poder após 60 dias. Garantem que não irá conseguir. E, no encontro, será formado o grupo de cinco pessoas que analisará as contas da gestão 2006 e após análise, formatará um relatório conclusivo de que "o impeachment é inevitável", como afirma Sergio Alvarenga, advogado e possivelmente um dos integrantes da comissão.

O vice-presidente do Conselho Deliberativo, Alexandre Husni, já está designado como o chefe da comissão. Alvarenga e Felipe Ezabella, também advogado, devem ser os indicados pela chapa Renovação & Transparência, encabeçada por Andres Sanches e responsável pelo início da jornada para destituir Dualib do poder. O procurador Ademir Benedito tem grande chance de também ser indicado. O quinto nome indicado viria de comum acordo.

"Será a abertura do processo de impeachment de Dualib. E, se Deus quiser, vamos conseguir tirá-lo, juntamente com Nesi Curi do nosso clube", afirmou Alvarenga. "Analisaremos rapidamente as contas e, em nova reunião do conselho, aprovaremos a saída do presidente e aí, sim, levaremos à Assembléia Geral, na qual os sócios avalizarão nossas decisões", garantiu o opositor.

Ou seja. A saída de vez de Dualib ainda necessitará de duas reuniões e da votação da Assembléia Geral, que se dará 30 dias após a decisão do conselho. "Depois, segundo nosso estatuto, o vice-presidente (Clodomil Orsi) terá de convocar novas eleições para alguém assumir o clube até janeiro de 2009, até quando vai o mandato de Dualib", explicou Alvarenga.

Nesse período, quem mandará será Clodomil Orsi. Ele assumiu o cargo nesta segunda, mas desde a semana passada vem garantindo uma administração independente, livre de ordens de Dualib. Deve manter o gerente de Futebol Ílton José da Costa e o vice-presidente de Futebol, Rubens Gomes, no poder. No início, prefere não fazer mudanças profundas.

"Ele tem total liberdade para fazer o que quiser. Desde que assumi, meu cargo está à disposição", afirmou Rubão. "O presidente precisa de homens de sua total confiança e tem liberdade para escolhê-los."

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto