Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Conselho corintiano decide hoje o fim da “era Dualib”

7 Ago 2007 - 09h03
 
Após 14 anos no trono do Corinthians, o presidente Alberto Dualib deve começar a perder sua coroa de vez nesta terça-feira. O processo de impeachment do mandatário começa esta noite, em reunião do Conselho Deliberativo que votará pelo seu afastamento.

Opositores não aceitam apenas o pedido de licença. Aliás, acusam Dualib de estar tentando uma manobra para voltar ao poder após 60 dias. Garantem que não irá conseguir. E, no encontro, será formado o grupo de cinco pessoas que analisará as contas da gestão 2006 e após análise, formatará um relatório conclusivo de que "o impeachment é inevitável", como afirma Sergio Alvarenga, advogado e possivelmente um dos integrantes da comissão.

O vice-presidente do Conselho Deliberativo, Alexandre Husni, já está designado como o chefe da comissão. Alvarenga e Felipe Ezabella, também advogado, devem ser os indicados pela chapa Renovação & Transparência, encabeçada por Andres Sanches e responsável pelo início da jornada para destituir Dualib do poder. O procurador Ademir Benedito tem grande chance de também ser indicado. O quinto nome indicado viria de comum acordo.

"Será a abertura do processo de impeachment de Dualib. E, se Deus quiser, vamos conseguir tirá-lo, juntamente com Nesi Curi do nosso clube", afirmou Alvarenga. "Analisaremos rapidamente as contas e, em nova reunião do conselho, aprovaremos a saída do presidente e aí, sim, levaremos à Assembléia Geral, na qual os sócios avalizarão nossas decisões", garantiu o opositor.

Ou seja. A saída de vez de Dualib ainda necessitará de duas reuniões e da votação da Assembléia Geral, que se dará 30 dias após a decisão do conselho. "Depois, segundo nosso estatuto, o vice-presidente (Clodomil Orsi) terá de convocar novas eleições para alguém assumir o clube até janeiro de 2009, até quando vai o mandato de Dualib", explicou Alvarenga.

Nesse período, quem mandará será Clodomil Orsi. Ele assumiu o cargo nesta segunda, mas desde a semana passada vem garantindo uma administração independente, livre de ordens de Dualib. Deve manter o gerente de Futebol Ílton José da Costa e o vice-presidente de Futebol, Rubens Gomes, no poder. No início, prefere não fazer mudanças profundas.

"Ele tem total liberdade para fazer o que quiser. Desde que assumi, meu cargo está à disposição", afirmou Rubão. "O presidente precisa de homens de sua total confiança e tem liberdade para escolhê-los."

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes