Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Concessionárias colocam em circulação 52 novos ônibus na Capital

17 Ago 2010 - 11h42Por Assessoria

Juntamente com diretores da Assetur e da Agetran, além de vereadores, o prefeito Nelson Trad Filho promoveu na manhã de hoje (16.08) a entrega de 52 novos ônibus que passaram a integrar a frota do transporte coletivo urbano de Campo Grande. Até o final do mês, outros 59 veículos serão incorporados, num total de 111 carros zero quilômetro.

De acordo com João Rezende Filho, diretor da Assetur, todos os novos veículos são dotados de elevadores para portadores de necessidades especiais, o que colocará Campo Grande, proprorcionalmente, como a Capital cuja frota operante é a que tem mais ônibus adaptados para atender as pessoas que utilizam cadeira-de-rodas.

“Pelo menos 85% da frota estará dotada com esses equipamentos a partir da entrega dos outros 59 carros que estarão circulando até o final deste mês pelas ruas da Capital”, informou o empresário. Com esses novos ônibus, a idade média da frota passou a ser de quatro anos de uso, conforme afirmou o prefeito Nelson Trad Filho, ao lembrar que em muitas cidades a média é de 20 anos.

“É um avanço significativo, pois as empresas investiram muito nesses últimos anos a fim de melhorar a qualidade do serviço de transporte prestado à população. No entanto, precisamos avançar mais ainda e chegar a 100 por cento da frota totalmente adaptada para atender os passageiros portadores de necessidades especiais”, ressaltou.

Conforme informações da Assetur, os novos veículos dividem-se em convencionais e micro-ônibus, estes últimos dotados de duas portas, elevadores e sistema de ar-condicionado mais moderno. Os veículos mais antigos dessa categoria tinham apenas uma porta e não possuíam elevadores. Além disso, são maiores do que os micros hoje em circulação. Todos eles estão equipados com câmeras de segurança.

Para Rudel Trindade, diretor-presidente da Agetran, o processo de modernização do transporte coletivo em Campo Grande é resultado da parceria entre a prefeitura e a iniciativa privada. “As concessionárias são as nossas grandes parceiras e sempre estão ampliando os investimentos para que o sistema seja modernizado cada vez mais”, destacou.

“Quem ganha com isso é a cidade, os usuários, os trabalhadores do sistema”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido