Menu
SADER_FULL
quarta, 18 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Conab reduz em 37% oferta de milho de MS

19 Jun 2010 - 07h30Por Assessoria

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu em 37% a oferta de milho de Mato Grosso do Sul no próximo pregão eletrônico do produto, marcado para o dia 24 de junho. Das 80 mil toneladas que a Companhia ofereceu nos três primeiros leilões, a disponibilidade baixou para 50 mil toneladas. Dos cinco estados que participam do pregão – MS, MT, GO, MG e PR – somente Mato
Grosso do Sul terá uma oferta menor no próximo pregão, o quarto do ano realizado pela Conab.

Para a Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), a redução reforça a necessidade da adoção de medidas que tornem o milho produzido no Estado mais atrativo aos compradores. “Estamos comprovadamente perdendo espaço para outros estados”, salienta do presidente da entidade, Eduardo Corrêa Riedel. Nem mesmo a redução do ICMS do milho e a divisão do Estado em duas regiões, com valores de incentivos diferentes, foram suficientes para que Mato Grosso do Sul registrasse uma melhora considerável de negociação no último leilão, nesta quinta-feira. O Estado teve novamente o pior desempenho entre as unidades da federação incluídas na venda via Prêmio de Escoamento de Produto (PEP).

Enquanto estados como Goiás e Paraná comercializaram 100% do milho ofertado, MS conseguiu vender cerca de 70%. Do total de 80 mil toneladas, 58 mil foram vendidas no pregão. Resultado um pouco melhor que o dos dois leilões anteriores, quando foram vendidos 13 mil e 55 mil toneladas do produto, respectivamente. Na avaliação de Riedel, o valor do prêmio oferecido aos compradores pelo Governo Federal ainda não torna o milho produzido no Estado um produto atrativo.

O prêmio que caracteriza os leilões do PEP é um valor estabelecido como incentivo considerando a logística de escoamento do produto. Atendendo a demanda da Famasul e da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS), na semana passada o Ministério da Agricultura (Mapa) concordou em dividir MS em duas regiões, estabelecendo para a saca de 60 quilos incentivos de R$ 5,52 para a Região 1 e de R$ 4,62 para a Região 2, respectivamente. No entendimento da Famasul, o milho produzido no Estado seria competitivo com valores de R$ 6,12 e R$ 5,62, respectivamente. Mato Grosso, por exemplo, está dividido em seis regiões, com valores de PEP que chegam a R$ 6,36.

Pregões

Até o final do ano, a Conab vai realizar outros nove leilões de milho, uma operação que visa tirar do mercado 12 milhões de toneladas do produto. A expectativa é de que, nos 12 leilões programados para este ano, 1 milhão de toneladas de milho produzido no Estado seja exportado. Com os pregões, a Companhia quer liberar os armazéns para a estocagem do milho safrinha, com previsão de safra de 2,7 milhões de toneladas em MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGORA EM DOURADOS - MS
UNIPAR EAD com cursos de Educação Física, Letras, Marketing e mais 22 cursos, Confira todos aqui
TRAGEDIA
Acidente chocante em Foz: casal morre na hora em batida
NOVELA GLOBAL
Aliada de Laureta, Rosa se vinga do pai e o humilha no restaurante em ‘Segundo sol’
GRANA
Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo é preso e humilha Roberval
FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre