Menu
SADER_FULL
sábado, 20 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Comissão obriga SUS a fornecer transporte e hospedagem

1 Jun 2007 - 16h43
 

Membro titular da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara, o deputado federal Geraldo Resende (PPS-MS) confirmou a aprovação do Projeto de Lei 45/07, que obriga o SUS (Sistema Único de Saúde) a fornecer gratuitamente transporte, alimentação e hospedagem aos pacientes cujo tratamento ocorrer em município diferente do de residência.

A proposta, da deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), regulamenta dispositivos da Lei Orgânica de Saúde (8.080/90), que considera a alimentação, a moradia e o transporte, entre outros fatores, como condicionantes da saúde.

O projeto determina que o SUS será obrigado a fornecer esses serviços quando as condições da cidade do paciente forem precárias ou o tratamento necessário não for oferecido no município. O paciente deverá ser removido para o hospital ou centro médico mais próximo de seu município, entre os que oferecerem o serviço necessário.

Os mesmos benefícios deverão ser concedidos a acompanhantes nos casos em que o paciente for criança, idoso ou portador de deficiência.

A relatora, deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), defendeu a aprovação da proposta mas acrescentou a ela a exigência de que o tratamento fora de domicílio só seja autorizado quando houver garantia de atendimento, com horário e data definidos previamente.

O tratamento fora de domicílio não poderá ser autorizado dentro da mesma região metropolitana ou para distâncias menores que 50 quilômetros.

Laudo médico

De acordo com o projeto, o tratamento fora do domicílio deverá ser autorizado por laudo médico emitido pelo responsável técnico da unidade do SUS onde o paciente for atendido inicialmente. O laudo deverá atestar a necessidade de remoção e de acompanhante. O gerenciamento do tratamento ficará a cargo das secretarias estaduais de Saúde.

O projeto determina ainda que o deslocamento de pacientes e acompanhantes deverá ser feito preferencialmente por meios de transporte aéreo, fluvial ou terrestre de propriedade da União, dos estados e municípios.

As despesas serão financiadas com recursos do orçamento da Seguridade Social de todas as esferas federativas. Tramitação A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada ainda pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura