Menu
SADER_FULL
domingo, 18 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Comissão de Ética do PSB vai abrir processo contra Cel Ivan

13 Jun 2007 - 13h00
Em nota, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) afirmou que irá instaurar na Comissão de Ética do Partido um processo disciplinar para apurar a responsabilidade do deputado estadual José Ivan de Almeida (PSB -MS) com as denúncias.

O partido ainda diz, na nota, que a Direção Nacional "acompanha as investigações conduzidas pelas autoridades policiais e recolhe todas as informações necessárias ao completo esclarecimento dos fatos e à adoção das providências previstas em seu estatuto".

Coronel Ivan se defende

O deputado estadual José Ivan de Almeida (PSB -MS) se diz inocente das acusações de envolvimento nas denúncias investigadas na Operação Xeque-Mate em nota divulgada na terça-feira.

O deputado respondeu em nota oficial. Veja na íntegra:

"A respeito das notícias veiculadas na imprensa envolvendo meu nome, venho a público afirmar que sou inocente e não pratiquei crime.

Os trechos de diálogos pinçados em contexto diverso daquele que se pretende fazer crer não podem servir de prova suficiente para a execração pública de quem sequer foi oficialmente comunicado para prestar esclarecimentos a quem de direito.

Dediquei grande parte da minha vida ao serviço público e o fiz, como de fato o faço, de forma ética, transparente e sem qualquer mácula. Não é justo e tampouco legal que uma frase editada por inteceptação telefônica sem a necessária compreensão de seu contexto seja utilizada como forma de condenação antecipada contra quem sequer teve o direito de ser ouvido.

Estou à disposição para prestar os esclarecimentos quando oficialmente comunicado pela autoridade competente, não me permitindo debater ou polemizar com a imprensa sobre os fatos posto que não é o foro adequado para dirimir conflitos desta natureza, razão pela qual reafirmo a minha convicção de que a serenidade do devido processo legal a ampla defesa, garantias constitucionalmente reservadas a todos os cidadãos, me permitirão provar a inocência posto que, reafirmo, não cometi crime algum.

Campo Grande, 12 de junho de 2007 Deputado Coronel Ivan"


O que é a Operação Xeque-Mate

No dia 4 de junho, a operação Xeque-Mate prendeu 77 pessoas de cinco quadrilhas ligadas a importação e exploração de caça-níqueis. As máquinas eram contrabandeadas do Paraguai e distribuídas em vários Estados.

Entre os presos estão empresários, advogados e policiais civis e militares acusados de receber propinas para facilitar as atividades da organização. A operação atingiu também o irmão mais velho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Genival Inácio da Silva, o Vavá. Ele foi indiciado sob a acusação de tráfico de influência no Executivo e exploração de prestígio no Judiciário.
 
 
Agência Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto