Menu
SADER_FULL
quarta, 19 de dezembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Começam as demissões na prefeitura de Dourados

6 Set 2010 - 16h44Por Dourados News
O Diário Oficial de Dourados desta segunda-feira já traz alguns nomes de pessoas demitidas da prefeitura depois da Operação Uragano. Entre eles o de secretários presos pela Polícia Federal. Foram demitidos Ignês Boschetti que ocupava a secretaria de Finanças, Tatiane Moreno da Administração, o advogado geral do município Alziro Moreno, o vereador licenciado e ex-secretário de Serviços Urbanos, Cláudio Marcelo Hall o Marcelão, a ex-secretaria de Educação que vinha ocupando o cargo de assessora especial Marlene Vasconcelos, o substituto dela na pasta Edmilson Dias de Moraes.

 

Também foram demitidos o assessor jurídica especial Fernando Baraúnas, o assessor especial Cláudio Gaiofato, o ex-chefe de Gabinete Inácio Cabreira e o secretario adjunto de Saúde Dílson Degutti.
Segundo fontes da prefeitura ninguém será chamado para ocupar os cargos das pessoas que tinham cargos de assessores especiais que funcionavam praticamente como uma indicação política e sem nenhuma necessidade de estarem ocupando o cargo. Novas demissões devem acontecer nos próximos dias. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'