Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 21 de fevereiro de 2020
SADER_FULL
Busca
Brasil

Comandante Geral põe fim às siglas dentro da PM de MS

29 Mar 2007 - 04h50
As siglas como Rotai, Cgcoe e Getam, estão com os dias contados. Por determinação do novo Comandante Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Geraldo Garcia Orti, os policiais que integram esses ‘esquadrões de elite’ usaram fardamento igual aos demais (azul petróleo) e serão tratados da mesma forma, ou seja, sem privilégios ou regalias. A informação foi prestada pelo próprio Coronel Orti, em entrevista exclusiva ao Perfil News na tarde de terça-feira, no Comando Geral da PM, em Campo Grande.

Para Orti, ‘não existe a necessidade de haver uma polícia dentro da própria polícia, como ocorre atualmente. Todos têm de ser nivelados como ótimos policiais. Não existe o policial bom, melhor e o ótimo’, explicou. Outra mudança explicada será a viatura usada pela atual Rotai. ‘Ela não terá nomenclatura e serão iguais as demais da Corporação, falou.

O comandante falou também do retorno de policiais cedidos e que a partir de agora retornarão para os quartéis. Um decreto deve ser assinado pelo governador André Puccinelli (PMDB) disciplinando essas liberações. 


O comandante do 2º BPM, Edson Machado, foi procurado pela reportagem para falar sobre as mudanças propostas, mas foi informada que ele está em Campo Grande, onde participa de seminário que reúne todos os comandantes de corporação do Estado.

 

 

 

Perfil News


Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL 2020
Por WhatsApp, Witzel convida Bolsonaro para assistir a desfiles do carnaval no seu camarote
DICAS DE SEGURANÇA
Saia de viagem neste feriado e deixe sua casa segura com as dicas da Polícia Civil
GUGU LIBERATO
Defesa diz que Gugu Liberato deu 500 mil dólares a Rose Miriam e mansão de R$ 6 mi
LUTO NO CINEMA
Morre aos 83 anos José Mojica Marins, o lendário Zé do Caixão
FAMOSIDADES
Pós-parto: Andressa Miranda faz revelações sobre sexo com Thammy Miranda
CONCURSO DO EXERCITO
Concurso Exército: Saiu o edital com 1.100 vagas para nível médio
BOLSONARO
Bolsonaro diz que imprensa poderia ser um partido: ''Ia ficar à esquerda''
FAMOSOS
Filho de Leonardo, João Guilherme recebe crítica e ironiza
TRAFICO DE DROGAS
Mulher é flagrada com 240 gramas de fumo na vagina para entrar na cadeia
FAMOSIDADES
Roberto Carlos reprova roteiro de Glória Perez, atraza produção e procura ator para filme