Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Comandante Geral põe fim às siglas dentro da PM de MS

29 Mar 2007 - 04h50
As siglas como Rotai, Cgcoe e Getam, estão com os dias contados. Por determinação do novo Comandante Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Geraldo Garcia Orti, os policiais que integram esses ‘esquadrões de elite’ usaram fardamento igual aos demais (azul petróleo) e serão tratados da mesma forma, ou seja, sem privilégios ou regalias. A informação foi prestada pelo próprio Coronel Orti, em entrevista exclusiva ao Perfil News na tarde de terça-feira, no Comando Geral da PM, em Campo Grande.

Para Orti, ‘não existe a necessidade de haver uma polícia dentro da própria polícia, como ocorre atualmente. Todos têm de ser nivelados como ótimos policiais. Não existe o policial bom, melhor e o ótimo’, explicou. Outra mudança explicada será a viatura usada pela atual Rotai. ‘Ela não terá nomenclatura e serão iguais as demais da Corporação, falou.

O comandante falou também do retorno de policiais cedidos e que a partir de agora retornarão para os quartéis. Um decreto deve ser assinado pelo governador André Puccinelli (PMDB) disciplinando essas liberações. 


O comandante do 2º BPM, Edson Machado, foi procurado pela reportagem para falar sobre as mudanças propostas, mas foi informada que ele está em Campo Grande, onde participa de seminário que reúne todos os comandantes de corporação do Estado.

 

 

 

Perfil News


Deixe seu Comentário

Leia Também

ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel