Menu
PASSARELA
sábado, 26 de maio de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Comad faz reunião e lança projeto antidrogas em Glória de Dourados

4 Jun 2010 - 15h52Por Demerval Nogueira / Fátima News

O Conselho Municipal Antidrogas (Comad) providenciaram reunião com todos os seus membros e participações dos diretores de escolas das duas redes de ensino, Polícia Comunitária, Conselho Tutelar (CT); Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) entre outras autoridades constituídas, para discutir a introdução e a aplicabilidade do projeto “Diga Não às Drogas”, que será colocado em prática a partir de 14 de junho, com encerramento previsto para o final do mês. O presidente do Comad, major PM Thonny Audry Lima Zerlotti argumenta, “é necessário que a comunidade gloriadouradense, como um todo participe ativamente dessa jornada antidrogas e, esperamos que todos os envolvidos neste projeto possam desempenhar suas atividades da forma mais cristalina possível em suas explicações, principalmente nas palestras e panfletagens”, destaca o presidente do Comad e comandante da 2ª Cia. PM de Glória de Dourados. O comandante da PM deixou claro que, durante as palestras nas escolas e a panfletagem a Polícia Militar estará presente.

 

 

A secretária do Comad e secretária municipal de Educação e Cultura (Semec), professora Marly Ardáia Fagundes disse, “o envolvimento de todos é de extrema importância, tanto que, a Prefeitura através do prefeito Arceno Athas Júnior está dando inteiro suporte logístico para que tudo possa ser desenvolvido com exatidão e também atingir os efeitos desejados. Esta luta é uma luta de todos e que, todos devem aderir a este projeto que, com certeza produzirá excelentes resultados à comunidade gloriadouradense”, esclarece Ardáia. Também participam dos trabalhos deste projeto que está sendo implantado pelo Conselho Municipal Antidrogas (Comad), a Polícia Civil, o professor do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), soldado PM José Roberto dos Santos, que ministrará as palestras nas escolas das duas redes.

 

 

A participação do CMDCA através da sua presidente Leila Aparecida Souza e demais membros; Conselho Tutelar presidido pela conselheira Márcia Silva Santos Duarte e demais conselheiros; a secretaria municipal de Assistência Social e Cidadania (Sasc), com a participação do Cras e Creas; Promotoria de Justiça Pública; Poder Judiciário, Uems, entre outros poderes e instituições. Conforme definido na reunião do Comad, o projeto “Diga Não às Drogas” terá início no dia 14 e prossegue até o final do mês, sendo que no dia 25 de junho às 19h será ministrada uma palestra onde serão abordados todos os aspectos referentes às drogas, lícitas e ilícitas, no auditório da Unidade Universitária da Uems local, com o palestrante Ubiratan Borges Daniel, assistente social da Casa da Cidadania de Campo Grande. Além da palestra também acontecerão palestras nas escolas das duas redes e ainda blitz e panfletagens na Avenida Presidente Vargas seguindo até a Vila Industrial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARALISAÇÃO
Petroleiros do Pais inteiro anunciam greve "Vamos parar todas as Refinarias"
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
FÁTIMA DO SUL - CARREATA DOS CAMINHONEIROS
Caminhoneiros preparam carreata e conclamam o comércio para que fechem as portas em Fátima do Sul
COPA DO MUNDO
Dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo não serão feriado
FÁTIMA DO SUL - PROTESTOS CONTINUAM
Bloqueios continuam e caminhoneiros convocam população para 'Parar Fátima do Sul'
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível