Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 22 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Com time reserva, Brasil perde para o Paraguai

15 Jul 2004 - 07h08
Com jogadores reservas em campo, a Seleção Brasileira perdeu por 2 a 1 para o Paraguai nesta quarta-feira, em Arequipa, na última partida da primeira fase. O resultado deixou o time brasileiro na segunda posição no Grupo C.
Nas quartas-de-final, o Brasil enfrentará o México. O jogo será disputado no domingo, às 22h (de Brasília), na cidade de Piura, quase dois mil quilômetros distante de Arequipa, onde a Seleção está hospedada. A equipe deve viajar em um avião fretado.
O Paraguai terminou na primeira posição e, na próxima fase, enfrentará o Uruguai.
O treinador Carlos Alberto Parreira, que dispensou os principais jogadores da Copa América, aproveitou o fato de o time já estar classificado para fazer algumas experiências. Colocou Felipe, Maicon e Cris nos lugares de Alex, Mancini e Juan, respectivamente.
As alterações parecem ter animado a equipe, que teve um bom rendimento. Aos 13min, Maicon recebeu um bom toque de Felipe na área e chutou cruzado, mas a bola apenas passou perto da trave antes de sair pela linha de fundo.
A maior chance do Paraguai surgiu aos 27min. Depois de cruzamento da esquerda, a bola sobrou para Bareiro, que chutou praticamente em cima da linha, mas Júlio César desviou para escanteio.
No lance seguinte, os paraguaios abriram o placar. Após a cobrança do escanteio, González desviou de cabeça e abriu o placar.
Com o jogo bastante movimentado, a reação brasileira não demorou para começar. Aos 35min, Kléberson tocou para Luís Fabiano dentro da área. O atacante dominou no peito e chutou com força para marcar seu segundo gol na Copa América.
No segundo tempo as chances de gols diminuíram. O Brasil foi ligeiramente superior, porque permaneceu mais tempo com a posse de bola. Até os 20min, quando Parreira colocou Diego e Dudu Cearense em campo, o goleiro paraguaio não havia feito nenhuma defesa.
A primeira chance só aconteceu aos 25min, quando Renato chutou de fora da área e Diego Barreto espalmou para escanteio.
No minuto seguinte, o Paraguai chegou ao segundo gol, novamente em jogada aérea. Paredes ganhou de Luisão, a bola sobrou para Barrero tocar na saída de Júlio César.
O gol colocou fogo no jogo e os paraguaios poderiam ter chegado ao terceiro gol se o árbitro peruano Gilberto Hidalgo tivesse marcado um pênalti de Cris sobre Bareiro.
Na seqüência da jogada, o Paraguai perdeu um jogador expulso. Puxando um rápido contra-ataque, Gustavo Nery trombou com Martinez, que caiu no chão e deu uma solada no brasileiro.
Até o final da partida, com mais um atacante em campo (Ricardo Oliveira), o Brasil ficou no campo de ataque tentando o empate. Desestruturado, porém, mesmo com um jogador a mais, acabou derrotado.
 
Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Menina de 7 anos é atacada por pitbull e morre na casa dos avós
CRIMINOSO FORAGIDO
Ataque com machadinha deixa alunos e professora feridos em escola
POLEMICA II
Após polêmica, deputado diz que não existe PL de poliamor ou casamento entre mães e filhos
CONFISSÃO
Filhos investigam e descobrem que pai matou a mãe há 37 anos
MAL SUBITO
Policial militar tem mal súbito e morre no mesmo dia que descobriu que seria pai
NOVELA GLOBAL
Régis oferece vender loja para dar dinheiro a Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade