Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Com Ronaldo em alta, seleção brasileira enfrenta a Alemanha

8 Set 2004 - 08h21
Nesta quarta-feira, às 14h45 horário de Mato Grosso do Sul, é amistoso. Em 2006, se novamente acontecer, será na final da Copa do Mundo.

Na véspera do duelo entre Brasil e Alemanha, na revanche da final do último Mundial, os organizadores da próxima edição, em evento na embaixada brasileira em Berlim, transmitiram um recado de Franz Beckenbauer, o chefão do Comitê Organizador: a chave da Copa-2006 será feita de uma forma em que as seleções só possam se cruzar na decisão.

"Posso garantir que Brasil e Alemanha não poderão se enfrentar antes", afirmou Wolfgang Niersbach, um dos vices do Comitê Organizador, que também prometeu que a seleção pentacampeã fará o jogo de abertura --prerrogativa que era do detentor do título mundial, mas que acabou depois que a Fifa determinou que os vencedores das Copas passem a disputar as eliminatórias.

Com oito títulos mundiais na bagagem, Brasil (cinco) e Alemanha (três) terão um novo round de uma disputa que hoje é bastante desequilibrada.

Desde a final da Copa-2002, Ronaldo, 27, brilha dentro e fora de campo, e o Brasil é novamente soberano na bola. Desde que soltou nos pés do rival o chute de Rivaldo, Kahn, 35, perdeu a fama de melhor goleiro do mundo, e a Alemanha, a de equipe símbolo da eficiência.

Ronaldo entrou em estado de graça depois da decisão do Mundial. Trocou a Inter de Milão pelo Real Madrid em um negócio de € 40 milhões. Foi eleito de novo pela Fifa o melhor jogador do mundo. Sua vida pessoal vai bem. Anunciou no domingo o casamento com a modelo Daniella Cicarelli.

Já Kahn, que antes de falhar na final de Yokohama recebeu o título de melhor jogador da Copa, viu sua carreira entrar em pane.

Prova disso é que na terça-feira, no último treino da sua seleção para o jogo, foi vaiado pelos cerca de mil torcedores que foram ao estádio.

Isso depois de acumular falhas, como na última Copa dos Campeões, quando deixou a bola passar sob seu corpo em chute de Roberto Carlos, num jogo decisivo entre Real Madrid e Bayern de Munique, time que acumula fracassos. Fora de campo, o goleiro se viu envolvido em um escândalo sexual e se separou da mulher.

Em um vídeo feito pelos alemães, Ronaldo e Kahn falam sobre a falha grotesca do alemão na Copa. "Não acho que foi uma falha. O chute do Rivaldo teve muito efeito", atenua o atacante.

Já Kahn admite o erro. "Na hora, pensei por que isso deveria acontecer justo comigo. Mas, talvez por todas as contusões que ele (Ronaldo) teve, acho que foi uma questão de justiça", diz.

Depois do Mundial, o Brasil ganhou uma Copa América e é o líder das eliminatórias sul-americanas. Já a Alemanha, assim como seu goleiro, entrou em parafuso. Na última Eurocopa, não passou nem da primeira fase, e muitos no país dizem que o time só não corre o risco de ficar fora da próxima Copa por não ter de jogar o qualificatório, já que será o país-sede.

Para tirar o time do buraco, os cartolas apostaram numa comissão técnica cheia de ex-atletas (o técnico agora é o ex-atacante Jürgen Klinsmann) e em alguns jovens, como o brasileiro Kuranyi, 22, do Stuttgart, filho de um alemão e uma panamenha, nascido no Rio.

ALEMANHA
Kahn; Hinkel, Fahrenhorst, Baumann e Lahm; Frings, Deisler, Ballack e Schneider; Klose e Kuranyi.
Técnico: Jürgen Klinsmann

BRASIL
Júlio César; Belletti, Juan, Roque Júnior e Roberto Carlos; Edmílson, Juninho Pernambucano, Edu e Ronaldinho; Ronaldo e Adriano.
Técnico: Carlos Alberto Parreira

Local: estádio Olímpico, em Berlim (ALE)
Horário: 15h45
Juiz: Urs Meyer (SUI)
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos