Menu
SADER_FULL
terça, 17 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Com cartão, censo escolar será em tempo real

23 Ago 2004 - 15h29
Os estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública terão de usar um cartão magnético para entrar e sair da escola, a partir do ano que vem, quando o governo pretende começar a instalar o sistema de controle digital de freqüência.

A intenção do governo é receber diretamente das escolas as informações de número de alunos e freqüência. A diretora da escola poderá repassar os dados da máquina para qualquer computador e retransmiti-los para as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação e para o próprio MEC.

Com isso, o ministério poderá ter em tempo real as informações do censo escolar, que hoje tem um ano de defasagem. Entre outros problemas, isso faz, por exemplo, que uma escola receba mais ou menos livros didáticos do que deveria.

"A movimentação de alunos de uma escola para outra e até de um município para outro é muito grande. Essa defasagem de dados causa perdas tanto para o governo federal quanto para os Estados e municípios", afirma o secretário-executivo do Ministério da Educação, Fernando Haddad.

Esquecidos ou perdidos

O sistema leva em conta uma característica especial de crianças e adolescentes: a alta probabilidade de esqueceram os cartões em casa ou mesmo os perderem. Por isso, o controle poderá ser feito também por uma máquina leitora de digitais.

"A digital será uma alternativa, caso a criança não tenha o cartão na hora de entrar na escola. Mas o seu uso terá de ser autorizado pelos pais", explicou Haddad.

A intenção do MEC é começar a pôr o sistema em funcionamento em abril. Uma licitação será aberta em janeiro para selecionar a empresa que vai fornecer o equipamento. Todo o custo - cerca de US$ 150 por máquina - será pago pelo ministério.

Os Estados e municípios terão simplesmente de aderir, ou não, ao sistema. O Rio Grande do Sul, por exemplo, já definiu que participará assim que o programa estiver disponível. "Acho que é um sistema que pode beneficiar todos", disse Haddad.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles