Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Coligação pede quebra de sigilo bancário e fiscal de Ermínio

29 Set 2004 - 07h37

A Coligação Dourados de Todas as Cores ajuizou na 18ª Zona Eleitoral, anteontem por volta das 12h, um pedido de abertura de investigação judicial contra o atual prefeito e candidato à reeleição, Laerte Tetila, da Coligação Dourados no Rumo Certo. A Coligação pede que a Justiça apure acusação relativa ao uso indevido do poder de autoridade e de abuso do poder econômico.

No pedido, a Coligação denuncia a utilização de funcionários uniformizados na montagem da mostra indígena realizada em parceria com o municipio; a utilização dos serviços do Secretário de Educação do Município Antônio Leopoldo Van Suypenem em debate político, dos serviços do Secretário de Governo do Municipio, Ermínio Guedes da Silva na distribuição de combustível em troca de votos, e o possível aliciamento de eleitores mediante a distribuião de combustível em troca de votos.

A Coligação requereu, entre outras coisas, liminar para que o prefeito pare de utlizar em sua campanha, durante o expediente, funcionários municipais. Pede também a quebra de sigilos fiscal e bancário do Secretário Municipal de Governo, além de apresetnação, pelo Comitê Financeiro do PT, de recibos eleitorais de doações e aquisições de bens e gêneros para a campanha política de 2004, até o mês de setembro deste ano.

A quebra de sigilo fiscal de Ermínio Guedes tem como objetivo verificar se os valores por ele pagos pelos combustíveis superam os 10% de sua renda bruta em 2003, premitidos em lei para doação à campanha de candidato por pessoa física. O pedido de quebra de sigilo bancário visa levantar qual a sua movimentação financeira e origem dos valores depositados e cheques emitidos durante os meses de julho, agosto e setembro.

A juíza Dileta Terezinha Souza Thomaz, concedeu liminar para que o prefeito pare de utilizar, em sua campanha durante o expediente, funcionários municipais. Quando ao pedido de quebra dos sigilos fiscal e bancário de Ermínio, a juíza preferiu esperar a apresentação dos recibos eleitorais da campanha, que deve ocorrer ainda antes da eleição.

 

Dourados Agora

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos