Menu
SADER_FULL
quinta, 15 de novembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Coamo amplia capacidade em Mato Grosso do Sul

11 Ago 2007 - 08h48

A Coamo Agroindustrial Cooperativa, a maior associação de produtores da américa Latina, com estimativa de receita global para 2007 de R$ 3,2 bilhões, anunciou investimento da ordem de R$ 9 milhões para duplicar sua capacidade de armazenamento e secagem de suas unidades de Caarapó e Laguna Caarapã.

A informação foi dada nesta sexta-feira a tarde (10), durante encontro da diretoria da associação no gabinete do governador André Puccinelli (PMDB).
 
Segundo o fundador e diretor presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, com os investimentos e a capacidade instalada nas unidades existentes nos municípios de Amambaí e Aral Moreira, a cooperativa terá capacidade estática de armazenagem de 2,1 milhões de sacas no sul do Estado, e giro estimado de até três vezes desta capacidade.
 
“Devemos girar nesta safra, nas quatro unidades, 4 milhões de sacas de soja e 2 milhões de sacas de milho”, estima, lembrando que embora a cooperativa esteja atuando há somente três anos no Estado, a intenção é ampliar a atuação na região.
 
A Coamo foi fundada em Londrina em 1979, e atualmente conta com 19,7 mil cooperados e 91 unidades em todo o Brasil. No Estado, possui 1,2 mil cooperados nos municípios onde atua.
 
Gallassini revelou também, que o objetivo do encontro esteve voltado à prospecção de novos investimentos e a apresentação das reivindicações do setor, principalmente na questão tributária. “Quem sabe, podemos ampliar nossa capacidade de armazenagem e quem sabe uma unidade de esmagamento?  Estamos começando a analisar isso agora”, destacou.
 
O governador destacou aos representantes da Coamo que a grande intenção do governo do Estado é estimular a capacidade de produção, agregando valor aos produtos produzidos no Estado. Na questão tributária, lembrou do tratamento isonômico dado a todos os setores, e explicou a grande dificuldade financeira provocada  pela exoneração tributária importa pela Lei Kandir.

“Queremos elevar a arrecadação do Estado, e para isso as empresas instaladas precisam ampliar sua capacidade produtiva e agregar valor aos produtos de Mato Grosso do Sul”, concluiu.
 
Também participaram da reunião, a secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, o Superintendência de Agricultura e Pecuária, João Carlos Grug, Osvaldo Nakamura, assessor de tributos da Coamo, Jucelino Fernandes da Costa, gerente jurídico da Coamo e Antonio Sergio Gabriel, superintendente administrativo.

 

 

Com assessoria

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos