Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 24 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

CNA denuncia manobra de frigorífico para baixar preço do boi

19 Jul 2004 - 09h35

O Fórum Nacional da Pecuária de Corte, órgão da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), denuncia manobra de frigoríficos exportadores para derrubar os preços do boi gordo. Segundo a CNA, os frigoríficos Friboi e Bertin suspenderam a compra de animais para abate em praças de vários Estados, incluindo Mato Grosso do Sul, com o objetivo de forçar uma redução de preço na arroba do boi gordo.

Conforme o dirigente do fórum, os frigoríficos exportadores estão perdendo 2,2% em seu faturamento, devido à queda na cotação do dólar, e agora tentam recuperar suas margens de lucro, repassando os prejuízos para os pecuaristas. Essa, de acordo com a CNA, não é a primeira vez que a indústria se utiliza desse expediente, e o produtor deve estar atento para não cair na armadilha mais uma vez.

O Fórum recomenda aos produtores que reduzam a oferta até que os frigoríficos retomem as compras, sendo que a tática das empresas foi a de interromper as compras de animais nas praças com maior pressão de alta, para pôr fim a qualquer expectativa de elevação dos preços da arroba do boi. Segundo a CNA, pesquisa encomendada pela entidade a Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), mostra que os preços da carne no varejo registraram aumento nos últimos meses, em função de melhoras nos níveis de consumo.

Ela argumenta que não há justificativa alguma para a manobra dos frigoríficos, a não ser “a sede insaciável de lucro” e a certeza de enfrentar um setor produtivo sem consciência da força que tem e pouco afeito à resistência organizada. De acordo com a CNA, o que mais preocupa é que esses dois frigoríficos, mais o Independente, detêm hoje 86% do faturamento das nossas exportações de carne bovina, que este ano totalizam R$ 1,46 bilhão, conforme o mesmo levantamento da Esalq. Segundo a entidade, o produtor brasileiro vai ter de se unir para tornar realidade a valorização do seu produto, a exemplo da Argentina, onde a arroba está a R$ 87,00, e do Uruguai, a R$ 93,00.


Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico