Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 18 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Clubes têm 40 dias para propor solução das dívida com INSS

30 Jun 2004 - 06h54
Os clubes de futebol apresentarão ao Ministério da Previdência Social, em 40 dias, um estudo para solucionar suas dívidas, que já chegam a R$ 404 milhões. O compromisso foi firmado durante reunião na Comissão de Seguridade Social da Câmara dos Deputados, com dirigentes de clubes, federações, Confederação Brasileira de Futebol (CBF), representantes da Previdência e o relator da subcomissão especial que trata da recuperação de créditos previdenciários, deputado Alexandre Cardoso (PSB/RJ).

O estudo deverá apontar as causas do endividamento dos clubes com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), possíveis mudanças na legislação e a forma de renegociar os débitos.O gerente de Segmento da Área de Futebol do INSS, Sérgio Falcão, revelou na reunião que a partir de 1993 a dívida se formou com a falta de repasse das constriuições descontadas dos salários dos empregados, pelos clubes e federações. “Isso é crime de apropriação indébita”, disse.

O gerente apresentou uma estimativa segundo a qual, como empresas, os clubes teriam que desembolsar quatro vezes mais em relação à contribuição atual. “A forma de pagamento, hoje, é muito benéfica para os clubes de futebol. Mesmo assim, eles não pagam”, afirmou. De acordo com Falcão, dos atuais R$ 404 milhões de dívidas, R$ 215 já são dívida ativa, “não há mais o que contestar”.

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, contestou os dados apresentados por Falcão. “O clube que deixou de pagar é porque pagou um outro tipo de despesa. Há clubes que não devem nada, a coisa não é geral como se coloca”, afirmou. Para ele, “é preciso mudar grande parte da legislação da Previdência com os clubes de futebol”.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário