Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 16 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Cientistas acham remédio natural no combate febre da dengue

27 Jul 2004 - 13h12
Uma equipe de cientistas da Universidade da Malásia assegura ter descoberto um remédio natural para combater a febre da dengue, informou hoje a agência estatal de notícias Bernama.

A equipe, composta por quatro membros do departamento de Microbiologia desta universidade, afirmou que o medicamento será lançado no mercado em forma de cápsula e estará disponível para venda no início do ano que vem.

Até agora, nenhum remédio tinha sido encontrado para curar a febre da dengue, que se transmite através da picada do mosquito ‘aedes aegyptiá.

A variante clássica da dengue causa no paciente febre alta, brotoejas, vômitos e dor generalizada no corpo. Na dengue hemorrágica, a versão fatal da doença, os afetados podem sofrer hemorragias e entrar em coma.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou recentemente que o surto de 1998 da dengue causou a morte de 1,2 milhão de pessoas em 52 países, e que as condições epidêmicas que se dão este ano poderiam levar o número de casos mortais a um número aproximado.

 

Agência JB

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat
SOLIDARIEDADE
Jovem faz campanha para pagar cirurgia de cachorro que vive com tumor 'gigante'