Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cidade argentina proíbe a venda de Coca-Cola

21 Out 2004 - 13h35

A venda dos refrigerantes da multinacional americana Coca-Cola está proibida há dois dias na cidade argentina de La Rioja por motivos tributários, disse nesta quinta-feira a imprensa local.

A proibição foi adotada porque a firma local Catamarca Rioja Refrescos se nega a pagar a "taxa de entrada" exigida para vender seus produtos na cidade de La Rioja, capital da província de mesmo nome, no nordeste do país.

A empresa está instalada em Catamarca, uma província vizinha, e o município exige uma "taxa de entrada" de 30 centavos de peso (US$ 0,10) por litro das bebidas da multinacional.

Na terça-feira passada, a cidade de La Rioja permitiu a entrada de caminhões de transporte de Coca-Cola, mas com a advertência de que as bebidas seriam apreendidas se fossem distribuídas para venda. Nesta quarta-feira, a entrada dos veículos foi proibida.

"A taxa de entrada é uma alfândega interna e isso é expressamente proibido pela Constituição Nacional", disse ao jornal econômico "Infobae", de Buenos Aires, Wenceslao Luiggi Arias, diretor da Associação de Fabricantes Argentinos de Coca-Cola.

A dívida que o município cobra da empresa local que tem a franquia da Coca-Cola é de pelo menos 70.000 pesos (US$ 23.490), mas Luiggi Arias ressaltou que a companhia "não pagará nem meio centavo" desse imposto.

Arias afirmou que a Catamarca Rioja Refrescos entrou com um recurso no mês passado e a Justiça tomou uma decisão favorável à empresa.

O imposto de La Rioja "é uma medida discriminatória que atenta contra os investimentos. Se não pudermos entregar lá, entregaremos em outros lugares", disse o diretor da Associação de Fabricantes Argentinos de Coca-Cola.

Porta-vozes da Catamarca Rioja Refrescos disseram ao jornal que a companhia paga os impostos que correspondem a sua atividade em Catamarca e está analisando a possibilidade de suspender os envios a La Rioja até que o conflito seja resolvido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação