Menu
SADER_FULL
terça, 21 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

Chuvas causam prejuízos em Sete Quedas e Paranhos

3 Jul 2004 - 10h40

Os cinco duas de chuva que castigaram a região sul do Estado no final da semana passada e início dessa semana acabaram causando transtornos e prejuízos para quem precisou se deslocar de Paranhos para Sete Quedas e Sete Quedas para Paranhos.

Devido o grande volume de chuva, que caiu sem cessar durante os cinco dias, os 60 quilômetros da Rodovia MS 299 que liga os dois municípios acabou ficando praticamente intransitável, inclusive os ônibus que fazem o transporte intermunicipal de passageiros naquela região pararam de circular por um determinado tempo e quem se arriscou a passar pelo trecho acabou vivendo uma grande aventura ou amargou prejuízos.

Na noite de quarta, 23 para quinta, uma carreta carregada com 35 toneladas de lâmina de madeira para indústria, que se eslocava de Paranhos para a cidade de Santa Teresa no Paraná acabou derrapando na pista molhada e tombando. O acidente aconteceu na região da Fazenda Viana, a cerca de 10 quilômetros de Sete Quedas.

De acordo com o motorista da Scânia 113 de cor branca, placas AHK 4561 de Sete Quedas-MS, com reboque de placa GKG 5866, também de Sete Quedas, Santino Farias de 34 anos, morador em Sete Quedas, ele se deslocava pela estrada em um local onde a Agesul abaulou a pista recentemente, quando começou a chover e a carreta acabou derrapando, vindo a pender para o lado e a tombar. Ainda na mesma noite uma carreta carregada de carvão teria tombado a alguns quilômetros daquele local pelos mesmos motivos. Apesar do acidente ter acontecido na noite da quarta-feira, dia 23, até o final da tarde da última terça-feira, dia 29 de junho, a carreta permanecia no local do acidente, tendo em vista o mal tempo e a dificuldade para o resgate da carga por causa da estrada que ainda estava bastante embarrada.
Segundo a avaliações do proprietário da carreta, o empresário do ramo de cerrarias Valdir Rosa, morador em Sete Quedas, apesar da carreta ser segurada, os prejuízos provocados pelo acidente giram em torno de 12 mil reais, levando em consideração a destruição de parte da carga, os dias que o veículo terá que ficar parado e a mão de obra, com a contratação de diaristas para fazer o manejo da carga.

Para o empresário, que freqüentemente tem seus veículos de carga transitando pela MS 299, existem apenas dois pequenos trechos da Rodovia que dificultam a passagem de veículos de carga pela linha internacional entre Paranhos e Sete Quedas em dias de chuva, o trecho onde ocorreu o acidente com sua carreta, e outro onde tombou a carreta de carvão, a cerca de cinco quilômetros adiante. Para Valdir Rosa a saída seria o cascalhamento das duas localidades, com isso resolveria parcialmente o problema.

O Governo do Estado anunciou, no início do mês passado, que em breve serão liberados recursos de um fundo, o "Fumplata", para pavimentar a linha internacional entre os municípios de Ponta Porã a Sete Quedas.

 

 

 

Dourados Agora

Deixe seu Comentário

Leia Também

RAÇA ASSASSINA
Rottweiler mata doze bezerros em propriedade rural
TRAGEDIA NA RODOVIA
Grave acidente envolve três caminhões e um carro na PR 180; uma pessoa morreu
FÁTIMA DO SUL - NESTA QUARTA-FEIRA
Esclarecimentos sobre porte de armas e suas aquisições acontece nesta quarta-feira em Fátima do Sul
ESTUDANTES
Estudantes podem se inscrever no Sisu a partir desta terça-feira
TECNOLOGIA
Clientes de bancos digitais vão poder sacar dinheiro em padarias e supermercados
VALOR INDEVIDO
Mais de 4 milhões de motoristas vão receber restituição da diferença do DPVAT
DESEMPREGO À VISTA
Petrobras vai demitir funcionário aposentado após reforma da Previdência
BORA PRA BONITO - MS
Passeios em Bonito tem até 60% de desconto para sul-mato-grossenses
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Trágico acidente mata família que seguia para curtir as férias na praia
LUTO NA MÚSICA
Cantor sofre infarto, fã tenta reanimá-lo, mas ele morre no palco