Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 16 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Chocolate custa até 50% menos no Paraguai

3 Abr 2007 - 05h50

A diferença de até 50% preços dos ovos de Páscoa está atraindo muitos consumidores para o comércio de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Todos os dias o comércio paraguaio recebe turistas das mais diversas cidades brasileiras, que chegam para comprar produtos importados e aproveitam para adquirir ovos de páscoa brasileiros, tipo exportação, por preços bem menores que os nacionais.

No comércio do Paraguai, os consumidores encontram os mais diversos produtos nacionais tipo exportação, como os lançamentos da Lacta, Nestlé, Arcor e Garoto, as principais marcas brasileiras. Os preços têm uma variação bastante significativa em relação aos praticados no Brasil. Em alguns casos, a diferença se aproxima de 50%, o que faz o consumidor aproveitar a viagem e antecipar as compras, que normalmente só esquentam nesta última semana que antecede ao domingo de páscoa.

Para se ter uma dimensão da diferença de preços, enquanto um ovo com 750 gramas de chocolate da Lacta, que no lado brasileiro chega a custar R$ 43, no comércio paraguaio pode ser adquirido por R$ 25. As mesmas diferenças podem ser observadas nos produtos lançados por outras grandes indústrias que têm fábricas no Brasil, como a Nestlé, Arcor e a Garoto.

Para os consumidores que buscam os produtos no Paraguai, além do preço, eles levam em conta os brindes que normalmente acompanham os ovos de Páscoa. É preciso estar atento para agradar aos pedidos das crianças. Os ovos trazem brindes como pequenos robôs, bonecas, mascotes de times de futebol, carrinhos, entre vários outros brinquedos.

Para o bancário Alessandro Duarte Figueira, de Nova Andradina, a viagem para o Paraguai foi com o único objetivo de trocar o som do carro, mas acabou comprando os ovos. "A gente sempre acaba gastando um pouco mais. A culpa maior é da mulher que gosta de atender os pedidos das crianças. Mas na verdade os preços estão bem mais baixos que no Brasil e vale a pena aproveitar".

A mesma opinião tem Cinthia Ferreira do Nascimento. Ela disse que veio de Dourados apenas para comprar os ovos de Páscoa. Tenho que comprar pelo menos cinco para presentear filhos e afilhados. "Acho que a economia que estou fazendo cobre os gastos com combustível. Também é uma oportunidade para fazer um passeio e conferir as novidades no comércio do Paraguai".

 
 
 
Correio do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles