Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cheques sem fundos têm mínima desde 2004, diz Serasa

21 Out 2010 - 14h20Por Terra

A porcentagem de cheques sem fundo emitidos em setembro é a menor desde 2004, de acordo com um estudo divulgado pela Serasa Experian nesta quinta-feira. De acordo com o levantamento, do total de cheques compensados em setembro, apenas 1,59% foi devolvido. Além do índice mensal, a mínima em seis anos também foi atingida no acumulado do ano, uma vez que nos nove meses de 2010 houve 1,80% de retornos de cheques.

 

Segundo a instituição, a marca é "reflexo da maior disponibilidade de linhas de crédito aos consumidores". Com mais oferta, este cliente opta por utilizar o crédito disponível no mercado, preterindo o cheque pré-datado e assim reduzindo o risco de inadimplência neste meio.

 

Entre as empresas, o momento favorável vivido pela economia brasileira auxilia as companhias a terem mais controle e poderem prever melhor suas movimentações financeiras, diminuindo assim os cheques sem fundos.

 

Divisão geográfica
O maior número de cheques devolvidos foi na região Norte (4,05%), que conta também com o Estado que lidera o índice, o Amapá, com 11,07%. Por outro lado, a região Sudeste é a com menos inadimplência (1,47%), e também conta com o Estado com melhores condições, São Paulo (1,36%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico