MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 16 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
20 de Dezembro de 2004 14h23

Cheques: inadimplência cai em novembro

Os brasileiros tiveram menos dificuldades em quitar dívidas pagas com cheques, em novembro, na comparação com outubro, mas a inadimplência cresceu quando se compara o resultado com o mês de novembro do ano passado: a soma dos valores de cheques sem fundos ficou 11,5% menor do que no mês anterior e 3,6% acima do montante registrado nas operações de novembro de 2003.

Do total de emissões, apenas 2,36% eram de clientes que não deixaram a provisão necessária para a quitação dos débitos, índice que ficou em 2,67%, no mês anterior. Em igual período do ano passado, esse índice teve variação de 2,28%.

Os dados são da pesquisa mensal da empresa Telecheque, que mede a oscilação da inadimplência levando em consideração o volume financeiro e não a quantidade de cheques devolvidos. Esse recuo já era esperado porque, em outubro, houve uma elevação atípica causada pela greve dos bancários, explica o vice-presidente da Telecheque, José Antônio Praxedes Neto, por meio de sua assessoria de imprensa.

A previsão dele é de que continuará ocorrendo queda, neste mês de dezembro. Para janeiro, estima que a inadimplência voltará a crescer, em torno de 12%, por conta das compras feitas por impulso na temporada de Natal.

A pesquisa mostra que 67,6% dos cheques devolvidos por falta de fundos referiam-se a pagamentos pré-datados e 32,4% à vista. O índice de cheques honrados atingiu 97,05% e o de cheques roubados, 0,59%.

Com exceção do Rio Grande do Sul, todos os estados brasileiros registraram queda na inadimplência. Os menores índices foram constatados em Santa Catarina, Goiás, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Já os maiores, foram verificados nos Estados da Paraíba, Amazonas e Bahia.
 
 
Agência Brasil
Comentários
Veja Também
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Nossa_Lojas
FORTALEZA
Últimas Notícias
  
Nossa_Lojas
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.