Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 27 de maio de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Cesta básica cai em 9 de 16 capitais pesquisadas em junho

4 Jul 2007 - 04h26
O preço médio da cesta básica caiu em junho em 9 das 16 capitais brasileiras, na comparação com maio. Um levantamento divulgado nesta terça-feira, 3, pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que as maiores elevações no conjunto de produtos alimentícios essenciais foram apuradas em Recife (3,29%), Brasília (2,4%), São Paulo (1,36%) e Vitória (1,15%).
Na outra ponta, Belém (-5,94%), Natal (-4,24%) e João Pessoa (-3,68) foram as cidades onde foram verificada as retrações mais significativas. No Rio de Janeiro e em Belo Horizonte, também foram observadas quedas menores, mas importantes, de 1,14% e 1%, respectivamente.
 
Os preços dos produtos acompanhados pelo Dieese apresentaram comportamentos distintos: metade deles subiu na maioria das capitais (feijão, leite, óleo de soja, manteiga, café e farinha de trigo). Os outros sete produtos analisados ( açúcar, carne, tomate, arroz, banana, farinha de mandioca e batata) tiveram redução de preço na maioria das capitais.
 
De acordo com o Dieese, pelo segundo mês consecutivo o feijão e o leite apresentaram alta em maior número de capitais: 14 e 12, respectivamente. As maiores altas do feijão foram registradas em Belo Horizonte (18,16%), Brasília (16,76%) e São Paulo (14,90%). A maior retração foi apurada em Curitiba (-1,74%). Já o leite, produto que se encontra na entressafra, ficou mais caro, principalmente, em Porto Alegre (15,53%), Curitiba (11,96%) e Florianópolis (10,08%).

Cesta mais cara
A cidade de Porto Alegre apresentou a cesta básica mais cara no mês, com custo médio de R$ 193,90, uma elevação de 0,51% sobre o valor verificado em maio.
 
Na segunda colocação do ranking de maiores valores, ficou a cesta de São Paulo, com custo médio de R$ 187,45, que significou alta de 1,36% sobre maio.
 
As cestas com menor custo foram verificadas em João Pessoa (R$ 134,07), Fortaleza (R$ 136,85) e Salvador (R$ 137,05). Também mereceram destaque, entre as altas, os valores das cestas do Rio de Janeiro (R$ 173,33), Brasília (R$ 171,31), Curitiba (R$ 170,94) e Belo Horizonte (R$ 165,82).
 
No primeiro semestre de 2007, cinco capitais apresentam recuo no custo dos gêneros alimentícios essenciais. As quedas foram apuradas em Belo Horizonte (-3,31), Belém (-1,43%), Natal (-1,07%), Florianópolis (-0,53%) e Brasília (-0,31%). Dentre as localidades onde ocorreu alta no custo da cesta, os destaques foram Recife (4,88%), Porto Alegre (4,12%) e Vitória (4,08%). Em São Paulo, houve alta de 2,97% e, no Rio de Janeiro, aumento de 1,13%.
 
 
 
Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA ILUSTRE
Em Bonito (MS), Miss Brasil Júlia Horta destaca 'A energia daqui é inexplicável'
COISA DE DOIDO
Sucuri ataca bombeiro durante resgate em SP; assista!
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo dobra vagas de concurso da PF e convocações saem no fim do ano
FEMINICIDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
'Peguei meu filho e achei que estivesse morto', diz mãe de criança dopada em creche
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Confira o que tá na promoção que vai até este sábado no O Boticário em Fátima do Sul
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Visite Bonito (MS) na baixa temporada, saiba o porquê!
FÁTIMA DO SUL - TRATAMENTO COACH
De Nova Andradina, Vanessa recupera autoestima com tratamento 'Coach' Célia Tenório de Fátima do Sul
CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda