Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Censo está 48% completo e projeta redução de moradores por casa

30 Ago 2010 - 14h02Por Terra

O Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) anunciou nesta segunda-feira que 92.697 milhões já foram entrevistados pelo Censo 2010. De acordo com o presidente do instituto, Eduardo Pereira Nunes, os números do segundo balanço do programa representam 48,4% dos brasileiros. Os primeiros dados indicam um aumento na população, mas uma diminuição no número de habitantes por residência.

De acordo com Nunes, já é possível verificar uma diminuição na média de moradores por domicílio no País. Segundo ele, a mudança foi constatada através das pesquisas por amostras realizadas nos anos anteriores. "Haverá um número maior de habitantes comparando com o censo de 2000. Mas estamos percebendo uma queda no número de moradores por domicílio, que deve variar de 0,4% a 0,5%", afirmou.

A coleta de dados do Censo, pesquisa realizada de 10 em 10 anos para recolher dados sobre a população do País, deve ser finalizada até o dia 31 de outubro. A estimativa é de que o número de brasileiros passe de 190 milhões.

De acordo com o IBGE, o Censo, que começou no dia 1 de agosto, já foi realizado em 47% dos domicílios. Cerca de 10% das 36,3 milhões de residências onde os recenseadores já passaram são consideradas fechadas. Nos locais, existe a ocorrência de moradores, mas eles não foram encontrados para a realização da entrevista. Os pesquisadores vão continuar batendo às portas desses domicílios. Nunes afirma que há a opção de responder o questionário pela internet. Para isso, é preciso informar tal vontade ao recenseador, que entregará um envelope contendo um código para acesso ao questionário.

A coleta de dados já foi concluída em oito cidades. Entre elas está Borá, em São Paulo, considerado o menor município do País, com 805 habitantes. Lajeado Grande, Arvoredo, Pinheiro e Entre Rios, em Santa Catarina; Oliveira de Fátima, em Tocantins; Santo Antônio do Rio Abaixo, em Minas Gerais; e Fernando de Noronha são os demais municípios onde a coleta de dados foi finalizada.

Desafios e segurança
Segundo o presidente do IBGE, a maior dificuldade para a coleta de dados do Censo continua sendo os municípios onde os pesquisadores devem utilizar embarcações para o deslocamento. No entanto, Nunes ressalta que a pesquisa está adiantada até mesmo em Estados com esta característica, como Amazônia e Pará.

Nunes destaca que é preciso deixar claro que todas as informações obtidas são absolutamente sigilosas. "No momento em que o recenseador encerra a entrevista, os dados são criptografados. Ou seja, o morador desaparece individualmente e passa a fazer parte das estatísticas do nosso banco de dados", afirma.

De acordo com ele, se algum morador se negar a responder um item, o questionário daquela residência constará como "dados inconsistentes". Haverá então uma segunda visita, de um supervisor da área, para refazer o questionário. "É importante ressaltar que nenhuma questão pode gerar constrangimentos para o morador. Nem fiscal, nem penal, nem bancária, nem nada parecido, até porque não vamos manter dados individualizados", disse Nunes.

Os pesquisadores do Censo utilizam coletes e bonés azuis com o símbolo do Censo e portam um cartão de identificação. É possível conferir a identidade do pesquisador através de ligação gratuita, no 0800-721-8181 ou pela internet, no site do IBGE.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico