Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Cemitério de Três Lagoas vira alvo de ladrões

1 Set 2010 - 16h32Por Rádio Caçula

 

O furto de placas, vasos, crucifixos, entre outras molduras de bronzes e cobre no Cemitério Municipal Santo Antonio tem sido um dos grandes problemas para a Administração Municipal solucionar.
 Segundo o secretário de Administração, Odair Biassi, constantemente o responsável pela administração do cemitério tem informado sobre os furtos de vários materiais dos túmulos “São produtos considerados valiosos para um grupo de pessoas. É uma situação difícil”, disse. 
De acordo com Biassi, as pessoas que furtam os produtos nos túmulos do cemitério se utilizam de espaços como este para provocar a desordem e despesa ao poder público. 
O secretário adiantou que, a administração está com um projeto para ampliar o muro do cemitério, porém não sabe se isso irá solucionar o problema dos furtos que ocorrem n o local.
 Outras medidas como um sistema de monitoramento, segundo Biassi, pode ser implantado no Cemitério Municipal Santo Antonio. O secretário informou que não seria viável aumentar o número de vigilantes, pois não resolveria o problema.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara
AMOR A PROFISSÃO
Pedreira caprichosa viraliza com trabalho detalhista e ganha novos clientes
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta Quasar Brave, venha conferir no O Boticário em Fátima do Sul
SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito