Menu
SADER_FULL
sábado, 26 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Cassems diz que arrecadação é insuficiente para pagar médico

4 Ago 2004 - 13h50
Os R$ 3 milhões arrecadados mensalmente pela Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) são insuficientes para promover o aumento no valor do repasse para os médicos, previsto para acontecer a partir de janeiro, conforme apontam as negociações. De acordo com o presidente da Cassems, Lauro Sérgio Davi, os médicos recebem de 20 a 24% por procedimento e devem passar a receber de 37 a 42%.

Porém este aumento só será possibilitado com o aumento, em torno de 50%, da arrecadação da Caixa de Assistência, que deverá ser paga pelo servidor estadual, através de aumento no valor cobrado pelo plano de saúde. Lauro Sérgio explicou que R$ 2,4 milhões da arrecadação vão para os médicos e o restante, R$ 600 mil, são destinados a funções administrativas, como aluguéis, construção de novas sedes e pagamento de funcionários.

“A partir de janeiro a contribuição do servidor vai sofrer aumento, se não, a Cassems não sobrevive”, finalizou o presidente, explicando, durante entrevista ao Programa Noticidade (97 FM), que a única forma de aumentar a arrecadação é aumentado a contribuição individual.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
FÁTIMA DO SUL - CARREATA DOS CAMINHONEIROS
Caminhoneiros preparam carreata e conclamam o comércio para que fechem as portas em Fátima do Sul
COPA DO MUNDO
Dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo não serão feriado
FÁTIMA DO SUL - PROTESTOS CONTINUAM
Bloqueios continuam e caminhoneiros convocam população para 'Parar Fátima do Sul'
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível
TRABALHO ESCRAVO
Ministério do Trabalho resgata 15 trabalhadores de situação degradante