Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 14 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Caso Bruno: Polícia Civil busca possível corpo de Eliza em lagoa de MG

5 Jul 2010 - 14h34Por Uol

A delegada de homicídios de Contagem, Alessandra Wilke, confirmou na manhã desta segunda-feira que a Polícia Civil irá realizar buscas em uma lagoa, localizada no município de Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde o corpo da estudante Eliza Samudio teria sido visto por uma testemunha.

Sonia de Fátima Marcelo da Silva Moura, 44, mãe da jovem desaparecida que mora no Distrito de Anhandui, em Campo Grande, disse que espera por encontrar a filha com vida. A jovem foi criada pelo pai em Foz do Iguaçu, passou parte da adolescência com a mãe, estudou na escola Hércules Maymone, em Campo Grande, mas não teria se adaptado as regras da família da mãe, evangélica, e retornou para o Paraná de onde partiu para São Paulo (SP).

No final de semana, a polícia mineira, em parceria com o Corpo de Bombeiros, foi até o local, mas nada foi encontrado. Entretanto, a delegada confirmou que o departamento de investigação voltou ao local na manhã desta segunda-feira para fazer novas buscas na lagoa e na região.

As imediações do lago vêm sendo investigadas pela Polícia Civil nos últimos dias. Em Ribeirão das Neves, moram amigos do goleiro do Flamengo, Bruno, principal suspeito do sumiço de Eliza e que podem ter participado no desaparecimento da modelo.

O advogado da família Samudio, Jader Marques, chegou no domingo a Belo Horizonte e se reuniue com os delegados responsáveis pela investigação do caso em busca de detalhes e novidades da investigação.

A Polícia Civil mineira apura o caso de desaparecimento desde o dia 24 de junho, com provável homicídio e ocultação de cadáver. Na ocasião, recebeu denúncia anônima informando que Eliza teria sido espancada até a morte no sítio do goleiro, no Condomínio Turmalina, em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Eliza Silva Samudio está sumida desde o dia 9 de junho, quando uma testemunha disse à Polícia Civil mineira que conversou com a estudante, pelo telefone. Ela revelou a essa amiga que estava em um hotel em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A polícia informa ter testemunha que comprova que Eliza, o filho e Bruno estiveram juntos no sítio do goleiro no início do mês.

Desde foram iniciadas as investigações, pelo menos 25 pessoas já foram ouvidas, entre elas mulher de Bruno, Dayane Fernandes, que responde inquérito por subtração de incapaz. Alguns dos depoimentos mais importantes são de uma testemunha que diz ter visto Eliza, o filho e Bruno, juntos no sítio, contradizendo o que afirma o goleiro, que disse não ver a estudante há “dois ou três meses”, quando conheceu a criança.

A Polícia mineira espera a divulgação dos laudos de exames periciais realizados em vestígios de sangue encontrados no carro e no sítio de Bruno. O delegado acredita que os testes, que incluem exames de DNA do material coletado de Luiz Carlos Samudio, pai de Eliza, e Bruninho, serão decisivos para confirmar que a moça esteve na casa de campo do jogador.

Outras provas materiais poderão ser obtidas pela Polícia Civil, por meio da análise das ligações telefônicas de Eliza, Bruno e de outros suspeitos. Enquanto tenta comprovar que Bruno e a ex-namorada estiveram juntos no sítio em Esmeraldas, os responsáveis pela investigação fazem diligências permanentes para tentar encontrar a moça desaparecida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Robério beija Marcos Paulo e a agride ao descobrir que ela é trans
DESTAQUE MUNDIAL
Dois brasileiros estão no Top 50: melhores professores do mundo
JUSTIÇA - WHATSAPP
Administradora de grupo no WhatsApp, foi “condenada” á pagar 3 mil por discussão de membros
DICAS DE SERVIÇO DE HOSPEDAGEM NA WEB
Vai criar um blog ou um site?, saiba aqui tudo sobre o serviço de hospedagem
ALERTA NA NET
Golpe no WhatsApp engana usuários ao prometer brindes falsos de Natal
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz passa mal ao abraçar e beijar a mãe pela primeira vez