Menu
PASSARELA
domingo, 27 de maio de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Carvoeiros pedem reajuste sobre 6 anos de defasagem

29 Jul 2004 - 13h32
O Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias Extrativas, Mineração, Madeiras e Carvão Vegetal de Mato Grosso do Sul está tentando negociar reajuste salarial para os trabalhadores das carvoarias e indústria extrativa de Mato Grosso do Sul, que há seis anos não têm reajuste. A pauta de reivindicação já foi protocolada junto à Fiems (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul). A pauta inclui diversas reivindicações contemplando a questão salarial, condições de trabalho e benefícios. Os trabalhadores querem estabelecer o piso em R$ 530,00, jornada de trabalho de 40 horas, alimentação e até mesmo o fornecimento de água potável e sanitários adequados, entre outras reivindicações. Fazem parte da categoria cerca de 10 mil trabalhadores, dos quais oito mil são carvoeiros.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARALISAÇÃO
Petroleiros do Pais inteiro anunciam greve "Vamos parar todas as Refinarias"
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
FÁTIMA DO SUL - CARREATA DOS CAMINHONEIROS
Caminhoneiros preparam carreata e conclamam o comércio para que fechem as portas em Fátima do Sul
COPA DO MUNDO
Dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo não serão feriado
FÁTIMA DO SUL - PROTESTOS CONTINUAM
Bloqueios continuam e caminhoneiros convocam população para 'Parar Fátima do Sul'
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível