Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Carvoeiros pedem reajuste sobre 6 anos de defasagem

29 Jul 2004 - 13h32
O Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias Extrativas, Mineração, Madeiras e Carvão Vegetal de Mato Grosso do Sul está tentando negociar reajuste salarial para os trabalhadores das carvoarias e indústria extrativa de Mato Grosso do Sul, que há seis anos não têm reajuste. A pauta de reivindicação já foi protocolada junto à Fiems (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul). A pauta inclui diversas reivindicações contemplando a questão salarial, condições de trabalho e benefícios. Os trabalhadores querem estabelecer o piso em R$ 530,00, jornada de trabalho de 40 horas, alimentação e até mesmo o fornecimento de água potável e sanitários adequados, entre outras reivindicações. Fazem parte da categoria cerca de 10 mil trabalhadores, dos quais oito mil são carvoeiros.
 
Campo Grande News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ATAQUE CANINO
Criança de dois anos é morta no quintal de casa por cachorro rottweiler
INFANTICIDIO
Padrasto teria sentado em cima da cabeça de bebê que morreu,foi espancado na cadeia
SOB INVESTIGAÇÃO
Jornalista do site Lei Seca Maricá foi assassinado com 3 tiros
VIDA SEDENTARIA
OMS alerta: Criança menor de 3 anos não deve ficar nem um minuto em tablet ou celular
HOMICIDIO X SUICIDIO
Pai que matou o filho de 4 anos e se matou não se conformava com namoro da ex-mulher
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos, com depressão comete suicídio e comove amigos
ASSASSINATO CRUEL
O massacre do menino Rhuan e o silêncio da grande mídia
FAMOSIDADES
Homem discute com mulher e mata bebê de quatro meses
SOLIDARIEDADE
Bebê nasce sem os olhos e mobiliza cidade do Paraná
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai mata filho de quatro anos e se mata por não aceitar fim do relacionamento