Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Carro-bomba mata 9 e fere mais de 50 no Iraque

23 Out 2004 - 10h50

Pelo menos nove pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas, a maioria policiais iraquianos, na explosão de um carro-bomba na cidade de Ramadi, no mesmo dia em que foi anunciada a detenção de um importante terrorista em Faluja.

Segundo a rádio pública iraquiana, o carro-bomba, aparentemente conduzido por um suicida, explodiu no bairro Bagdadi da cidade de Ramadi (100 quilômetros a oeste de Bagdá), junto a uma base militar americana chamada Lion King.

A maior parte das vítimas são novos policiais que esperavam em uma uma fila para receber as armas necessárias para patrulharem as ruas.

As vítimas foram imediatamente levadas de ambulâncias para dois hospitais da localidade. Fontes médicas não descartam o aumento do número de mortos.

Ramadi, que fica no vértice oeste do chamado "triângulo sunita", foi palco de inúmeros atentados no Iraque contra tropas americanas, a polícia ou membros da Guarda Nacional iraquiana.

Também hoje, o comando americano anunciou a detenção em Faluja de um alto membro do grupo Monoteísmo e Guerra Santa, o grupo terrorista dirigido pelo foragido jordaniano Abu Musab al-Zarqawi.

Um comunicado do comando militar informou que esse líder, que não teve a identidade revelada, foi capturado junto com outras cinco pessoas em uma operação que aconteceu no começo da madrugada em uma casa a sudeste de Faluja (50 quilômetros o oeste de Bagdá).

O comunicado não informa o nome nem a nacionalidade dos detidos.

"O indivíduo capturado foi até há pouco tempo um membro menor da organização, que subiu até postos de importância" devido ao contínuo ataque do exército americano aos esconderijos onde se os terroristas se escondem, segundo o comunicado.

O grupo Monoteísmo e Guerra Santa é um dos mais sangrentos que atua no Iraque e reivindicou vários seqüestros e assassinatos.

Recentemente, essa organização anunciou em um site que estava se unindo à rede terrorista Al-Qaeda e se colocando sob as ordens de Osama bin Laden. No entanto, a autenticidade do comunicado não foi confirmada.

O exército americano voltou a bombardear esta noite mais alvos na cidade de Faluja, onde supostamente se escondem os seguidores de Al-Zarqawi. Na operação, duas pessoas morreram e três ficaram feridas, segundo fontes militares dos EUA.

Em Bagdá, seis soldados americanos ficaram feridos esta manhã quando uma bomba explodiu durante a passagem do comboio em que se encontravam, informou o sargento Eric Grill, um dos porta-vozes das forças americanas em Bagdá.

Os soldados viajavam em um comboio pela perigosa estrada do aeroporto, na zona oeste da capital, no bairro de Qadisiya, quando a bomba, escondida no caminho, explodiu.

Os habitantes de Bagdá puderam ouvir com claridade várias explosões em Qadisiya. Mais tarde, várias redes de TV mostraram o que parecia ser um tanque americano em chamas.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'
ALERTA
Smartphone afeta a saúde mental, e o dano pode começar em crianças de 2 anos!
TRAGÉDIA
“Tentei socorrer ele, mas não deu certo”: conta filho de motociclista levado por enxurrada
FURIA DA NATUREZA
Enxurrada derruba casa e provoca pânico e destruição
NOVELA GLOBAL
Gabriel e Valentina viram inimigos mortais em 'O sétimo guardião'
REALITY SHOW
BBB 19 começa hoje. Na Rocinha Casa de Darnrley vira "QG" de Torcida
POSSE DE ARMAS
Bolsonaro assina nesta terça-feira decreto que facilita posse de armas
HEROINA
Professora Helley, que salvou crianças de incêndio em Janaúba, é homenageada e dá nome a rodovia
FAMOSIDADES
Doente, José Mayer foi esquecido pela Globo e abandonado por ‘Amigos’