Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 25 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Carpegiani deve dispensar até 10 jogadores do Corinthians

21 Abr 2007 - 04h22
Paulo César Carpegiani ainda pisa em ovos ao falar do elenco corintiano. Mas hoje, quando comandará seu primeiro treino, promete colocar as cartas na mesa a seu grupo.

O treinador divulgará a lista dos que irão para o período de preparação em Atibaia, no interior paulista. Quem não estiver nela dificilmente estará nos planos dele para o resto do ano.

"Eu tenho uma relação, mas não defini os nomes que vão. Eu preciso trabalhar com 25, 26 jogadores", disse, ainda em Recife, após o empate por 2 a 2 com o Náutico, quarta-feira.

Como o elenco tem 35 atletas, significa que até dez podem ser descartados. Os atletas trazidos por Leão encabeçam a temida lista de excluídos. São eles o volante Daniel, que ainda treina no clube, os laterais Wellington e Tamandaré e o zagueiro Gustavo. "Eu estou esperando. Tem essa viagem agora para Atibaia. Vamos ver", declarou Tamandaré.

Outros cotados para deixar o clube são os volantes Wendel e Rafael Fefo. Como o Corinthians conta com nove volantes, é possível que sejam emprestados. Paulo Almeida também deve ir embora.

O meia Rosinei, que negocia sua renovação de contrato, é outro que pode ir embora do Parque São Jorge. E está previsto que o meia Roger, que não atuou quarta-feira contra o Náutico, tenha uma conversa hoje sobre sua situação no clube.

Existe também a possibilidade de um dos jovens atacantes do grupo, Igor ou Daniel Grando, também ganhar experiência em outro clube.

O Corinthians pode ainda perder o volante Magrão, já que não pagou cerca de R$ 600 mil ao clube japonês que o emprestou até junho. "Não posso falar nada agora. O futebol é muito dinâmico, mas nossa vontade é manter o máximo de jogadores", disse o gerente de futebol Ilton José da Costa.

Mesmo que fique com 25 ou 26 jogadores, Carpegiani deve entregar uma lista de reforços à diretoria. O treinador, apesar de empolgado com a safra de pratas da casa, afirmou que não é possível disputar o Brasileiro em nível competitivo com um elenco só de garotos. "O ideal é que haja uma mescla com atletas experientes."

Ele deixou claro que pretende armar a equipe no 3-5-2, seu esquema predileto. Por isso, deve pedir mais um zagueiro. Na avaliação de Carpegiani, Eduardo e Everton apresentam deficiência na marcação e devem atuar como alas, já que têm características mais ofensivas.

Carpegiani disse ter gostado da determinação da equipe no 2 a 2 com o Náutico. Afirmou que o resultado da partida foi o que menos importou. Deixou claro, no entanto, que há muito a evoluir. "Com a garra que demonstraram dá para formar um bom time de futebol", analisou.

A partir de hoje, no Parque São Jorge, ele tentará dar sua cara ao time. Sábado, a delegação segue para Atibaia, onde ficará até a próxima quarta-feira, véspera do jogo de volta, no Pacaembu, pela Copa do Brasil, contra o Náutico.

 

 

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção