Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 19 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Candidatura do PSDB a prefeito de Anaurilândia, é impugnada

12 Ago 2004 - 08h24
 

A Justiça Eleitoral de Anaurilândia impugnou a candidatura de Antônio Carlos da silva (PSDB), conhecido como Brechó, candidato a prefeito do município. Ele tem como vice em sua chapa, Edemir Palmeira (PMDB), conhecido como Pachu, ex-tesoureiro da administração do atual prefeito, Edson Takazono (PMDB), já reeleito uma vez e apoiador da campanha da aliança de seu partido com os tucanos. A decisão é da juíza Margarida Elisabeth Weiler, titular da Vara Única, em despacho expedito nesta quarta-feira. A promotora Daniella Costa da Silva, responsável pelo caso, deve se pronunciar amanhã.

Brechó é vice-prefeito no município e acompanha Takazono desde a primeira disputa pela prefeitura local. Seu único adversário é o dentista Vagner Alves Guirado (PL), que tem como vice em sua chapa Rogério Toshiro Umada (PT). O peelista, porém, ainda não será a única opção nas eleições deste ano na concorrência pelo Executivo anaurilandense, pois os tucanos e peemedebistas podem ainda apresentar um substituto para os nomes impugnados.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'