Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 24 de junho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
ELEIÇÕES 2010

Candidatos-atletas declaram patrimônio pequeno ao TSE

16 Jul 2010 - 05h48Por Terra

Famosos por salários milionários - o jogador Romário chegou a ter salário de US$ 1,7 milhão quando jogou no Al-Sad, do Kwait -, os atletas agora aspirantes a deputado nas eleições de outubro declararam patrimônio muito aquém do que recebiam mensalmente no auge de suas carreiras desportivas. Levantamento feito pelo Terra nos maiores colégios eleitorais do País aponta que as melhores situações financeiras são do ex-pugilista Popó e do ex-volante Vampeta, campeão mundial de futebol em 2002. Ambos declararam bens superiores a R$ 2 milhões.

Em situação oposta, o ex-boxeador Maguila, o jogador Tulio Maravilha, candidato a deputado estadual, e o tetracampeão Bebeto, também postulante a uma vaga de deputado estadual, apresentaram uma lista de bens zerada à Justiça Eleitoral. A prática não é ilegal, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que exige apenas a entrega do documento, ainda que "sem bens declarados". O Judiciário só analisa a declaração sem bens listados se houver alguma contestação ou pedido de impugnação do registro.

Acelino Popó Freitas, que apresentou registro para concorrer a deputado federal pelo PRB baiano, lidera a lista de atletas-candidatos abonados, com R$ 2,061 milhões. Marcos André Batista Santos, o Vampeta, também postulante a uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PTB-SP, é detentor de R$ 2,039 milhões segundo sua lista de bens, sendo 15 imóveis e uma BMW no valor de R$ 170 mil.

O ex-atacante Romário (PSB-RJ), que chegou a jogar no fim da carreira no América-RJ por um salário simbólico, declarou "apenas" R$ 883,6 mil, a maior parte em cotas em bares e restaurantes, e uma moto BMW no valor de R$ 23 mil. Integrante da massa falida das fazendas Boi Gordo, Marcelo Pereira Surcin, o Marcelinho Carioca, candidato a deputado federal pelo PSB-SP, encaminhou declaração de bens de R$ 703,8 mil. Apresentou apenas cotas em empresas, nenhum imóvel ou carro.

O gremista Danrlei, registrado nas urnas como "Danrlei de Deus, o goleiro", busca seu primeiro mandato como deputado pelo PTB-RS. Ele informou ter patrimônio de R$ 740 mil, R$ 500 mil deles em cotas de uma empresa.

Fora do futebol, o ex-jogador de vôlei Pampa, que disputa uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PV-SP, disse ter R$ 251,3 mil em bens, sendo a maior parte correspondente à casa em que vive - R$ 239,2 mil. Campeão do Pan em 1987 nos Estados Unidos, Gerson Victalino (PSC-SP), ex-jogador de basquete, não declarou possuir bens, a mesma situação do carateca Juarez Santos (PRB-RJ), ouro no Pan em 2007. Ambos postulam um das 513 cadeiras da Câmara Federal.

Banida da natação por reincidência em doping, a ex-nadadora Rebeca Gusmão, por sua vez, tentará entrar na política por meio de uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Filiada ao PCdoB, ela registrou bens no valor de R$ 30,5 mil, o equivalente a um carro ano 2007/2008.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE ABSURDA
Mulher é morta a tiros após briga por levar bolo e não salgado a festa
AFOGAMENTO
Criança de 8 anos morre afogada ao cair em represa de pesqueiro
CAMPEÃ DO MUNDO FUTSAL
Não deu na Copa, mas deu no Futsal: Campeãs mundiais
RESPIRA POR APARELHOS
Hospital divulga boletim sobre estado de filho de Huck e Angélica
FAMOSIDADES
Filho de Angélica e Luciano Huck sofre acidente com wakeboard em Ilha Grande
DUPLO ASSASSINATO
Criança vê execução de pai e mãe em menos de 6 meses
COPA AMÉRICA
Brasil joga bonito, goleia Peru e se classifica em primeiro, veja os gols
SELFIE MORTAL
Jovem morre ao tentar tirar selfie na estação de trem do Riachuelo
CIGARRO ELETRÔNICO
Narguilé explode e jovem tem 60% do corpo queimado em festa
SOB INVESTIGAÇÃO
Menina de um ano morre e IML aponta agressão física como causa da morte