Menu
SADER_FULL
sexta, 19 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Campo Grande sediará prova decisiva da Stock Car

18 Out 2004 - 16h49
Antônio Jorge Neto venceu de ponta a ponta a 10ª etapa do Brasileiro da Stock Car V8, depois de 39 voltas, completadas em 45min05s296, que teve a intervenção do safety car por três vezes e seu final antecipado em cinco voltas por causa de um acidente envolvendo Guto Negrão (Medley Genéricos), Carlos Alves (Philips) e Felipe Maluhy (Bennamed). Com a vitória, Antônio Jorge Neto, da Equipe Medley Genéricos, assumiu a vice-liderança da classificação, com 125 pontos. Cacá Bueno (Petrobras Action Power) teve seu carro incendiado e abandonou quando ocupava a 11ª posição (continua com os 114 pontos, sem chances de título).
   
   Com o resultado da prova, Giuliano Losacco, que chegou na décima posição, manteve a liderança com 165 pontos, enquanto Jorge Neto passou a ter 125 e Cacá, que abandonou, ficou com 114. Agora, só Losacco e Neto permanecem na briga pelo mais cobiçado título da temporada. Giuliano precisa de um 13º lugar em Campo Grande, no próximo dia 7 de novembro, para ser campeão da mais tradicional categoria brasileira.
   
   Na largada, Neto manteve a liderança, enquanto David Muffato perdeu três posições. Thiago ficou em segundo e Pedro em terceiro. No pelotão intermediário Giuliano e Cacá buscavam a recuperação. O líder largou em 17º e Cacá em 23º.
   
   Neto administrava a liderança e depois de 19 voltas, Giuliano Losacco e Cacá Bueno passaram a brigar pelo 11º lugar. Bueno levou a melhor, mas começou a ter problemas com o freio e abandonou a prova com o carro em chamas.
   
   Na 38ª volta, Guto Negrão, Carlos Alves e Felipe Maluhy se envolveram em um acidente e obrigaram a entrada do safety car. A corrida foi encerrada sob bandeira amarela na 39ª passagem. O ministro dos Esportes Agnelo Queiroz deu a bandeirada final.
   
   A classificação da prova ficou da seguinte forma:
   
    1º – Antônio Jorge Neto (Medley-A. Mattheis), 39 voltas em 45m05s296, com média de 151,49 km/h; 2º – Thiago Camilo (Golden Cross-Vogel); 3º – David Muffato (Repsol-Boettger); 4º – Thiago Marques (Petrobras-Action Power); 5º – Guto Negrão (Medley-A. Mattheis); 6º – Pedro Gomes (AMG Motorsport); 7º – Carlos Alves (Philips Motorsport); 8º – André Bragantini (Golden Cross-Vogel); 9º – Felipe Maluhy (Bennamed-Nascar); 10º – Giuliano Losacco (Itupetro-RC); 11º – Nonô Figueiredo (Avallone Motorsport); 12º – Juliano Moro (NasrCastroneves); 13º – Rodney Felício (Salmini Racing); 14º – Rodrigo Sperafico (Katalogo Racing); 15º – Sandro Tannuri (Filipaper Racing); 16º – Hoover Orsi (Avallone Motorsport); 17º – Paulo Bonifácio (Scuderia 111).
 
 
Correio do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura