Menu
SADER_FULL
segunda, 24 de setembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Campo Grande sediará prova decisiva da Stock Car

18 Out 2004 - 16h49
Antônio Jorge Neto venceu de ponta a ponta a 10ª etapa do Brasileiro da Stock Car V8, depois de 39 voltas, completadas em 45min05s296, que teve a intervenção do safety car por três vezes e seu final antecipado em cinco voltas por causa de um acidente envolvendo Guto Negrão (Medley Genéricos), Carlos Alves (Philips) e Felipe Maluhy (Bennamed). Com a vitória, Antônio Jorge Neto, da Equipe Medley Genéricos, assumiu a vice-liderança da classificação, com 125 pontos. Cacá Bueno (Petrobras Action Power) teve seu carro incendiado e abandonou quando ocupava a 11ª posição (continua com os 114 pontos, sem chances de título).
   
   Com o resultado da prova, Giuliano Losacco, que chegou na décima posição, manteve a liderança com 165 pontos, enquanto Jorge Neto passou a ter 125 e Cacá, que abandonou, ficou com 114. Agora, só Losacco e Neto permanecem na briga pelo mais cobiçado título da temporada. Giuliano precisa de um 13º lugar em Campo Grande, no próximo dia 7 de novembro, para ser campeão da mais tradicional categoria brasileira.
   
   Na largada, Neto manteve a liderança, enquanto David Muffato perdeu três posições. Thiago ficou em segundo e Pedro em terceiro. No pelotão intermediário Giuliano e Cacá buscavam a recuperação. O líder largou em 17º e Cacá em 23º.
   
   Neto administrava a liderança e depois de 19 voltas, Giuliano Losacco e Cacá Bueno passaram a brigar pelo 11º lugar. Bueno levou a melhor, mas começou a ter problemas com o freio e abandonou a prova com o carro em chamas.
   
   Na 38ª volta, Guto Negrão, Carlos Alves e Felipe Maluhy se envolveram em um acidente e obrigaram a entrada do safety car. A corrida foi encerrada sob bandeira amarela na 39ª passagem. O ministro dos Esportes Agnelo Queiroz deu a bandeirada final.
   
   A classificação da prova ficou da seguinte forma:
   
    1º – Antônio Jorge Neto (Medley-A. Mattheis), 39 voltas em 45m05s296, com média de 151,49 km/h; 2º – Thiago Camilo (Golden Cross-Vogel); 3º – David Muffato (Repsol-Boettger); 4º – Thiago Marques (Petrobras-Action Power); 5º – Guto Negrão (Medley-A. Mattheis); 6º – Pedro Gomes (AMG Motorsport); 7º – Carlos Alves (Philips Motorsport); 8º – André Bragantini (Golden Cross-Vogel); 9º – Felipe Maluhy (Bennamed-Nascar); 10º – Giuliano Losacco (Itupetro-RC); 11º – Nonô Figueiredo (Avallone Motorsport); 12º – Juliano Moro (NasrCastroneves); 13º – Rodney Felício (Salmini Racing); 14º – Rodrigo Sperafico (Katalogo Racing); 15º – Sandro Tannuri (Filipaper Racing); 16º – Hoover Orsi (Avallone Motorsport); 17º – Paulo Bonifácio (Scuderia 111).
 
 
Correio do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUGA FRACASSADA
Tentativa de fuga termina com agente de cadeia e detentos feridos
ASSASSINATO
Por quebrar "pacto de sangue" homem é assassinado juntamente com amigo
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Mistérios sobre passado de Karola começam a ser revelados
CORRIDA PRESIDENCIAL
Haddad continua disparada em pesquisa do BTG e se consolida no 2º turno
CASAL BRUMAR
Bruna Marquezine e Maraina Ruy Barbosa se afastam e climão na Itália alerta internautas
MARIA DA PENHA
Após deixar hospital, mulher esfaqueada pelo ex diz: 'Não deixe passar em vão'
CAPITULO FINAL
Saiba tudo que vai acontecer no fim de 'Orgulho e paixão'
MUTANTE
Grife inova em passarela com modelos de 'três seios'
EMBOSCADA
Homem é assassinado na frente do filho de seis anos
FAMOSIDADES
Xuxa rompe silêncio sobre Marlene Mattos e traições de Pelé: ‘Me fez coisas muito feias’