Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 10 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Caminhoneiro é atropelado durante protesto em Maracaju

27 Jul 2004 - 08h59
O presidente da Associação dos Caminhoneiros de Maracaju, Rudinei Costa, foi atropelado na manhã de hoje durante protesto da categoria na BR-267, no Sul do Estado. Os manifestantes afirmam que Rudinei Costa foi atropelado por um morador de Maracaju, conhecido como Café. O presidente sofreu fratura na região da clavícula e nas costas e foi prestar queixa na Polícia Civil da cidade.

O protesto dos caminhoneiros começou ontem em Maracaju. A ação faz parte da mobilização nacional.

Os caminhoneiros são da Associação de Caminhoneiros de Maracaju, que faz parte da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABICAM). O protesto integra o movimento nacional dos caminhoneiros.

A categoria reivindica do governo a aplicação de R$ 8 bilhões da Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (Cide) na recuperação da malha rodoviária brasileira. A ABICAM não tem o apoio da Frente Nacional dos Transportadores Rodoviários de Carga, que divulgou nota condenando a paralisação por considerá-la "inconveniente e inoportuna" num momento de diálogo com o governo federal.
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVARDIA
Mulher agride menino autista em playground e vídeo viraliza
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Nicolau descobre que Diana luta karatê e fica em choque
ACUMULOU
Ninguém acerta a mega-sena e prêmio acumula em R$ 30 milhões
VIOLENCIA
'Tiro, porrada e bomba': festa em universidade acaba em pancadaria e PM responde com violência
NOVELA GLOBAL
Gabriel confronta Valentina em “O Sétimo Guardião”
ARROCHO
Regra defendida por Bolsonaro tira R$ 1,1 mil por mês das novas aposentadorias
BARBÁRIE
Mulher é presa após atear fogo em cachorro
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Feliciano foi muito rico e ajudou Valentina no passado
SE DEU MAL
Assaltante é morto após fazer idosa de 83 anos refém no Rio de Janeiro
ROUBO MILIONÁRIO
Homens invadem banco, trocam tiros com polícia e fogem com R$ 1 milhão