Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Câmara prepara Comissão Processante que poderá cassar Artuzi

23 Set 2010 - 10h02Por Assessoria

Buscando restabelecer a ordem e prosseguir com os trabalhos do legislativo municipal, a presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, Délia Razuk (PMDB), afirmou que foram definidas, juntamente com o departamento jurídico da Casa, medidas visando à instalação da comissão processante que poderá pedir a cassação do prefeito Ari Artuzi (expulso do PDT), recentemente afastado pelo Tribunal de Justiça.

Segundo Délia, as medidas serão aplicadas com base no regimento interno da Câmara, assim como a Lei Orgânica do Município e o Decreto-Lei 201/67, que relata sobre a responsabilidade do prefeito e vereadores.

“Estamos trabalhando com cautela para que todas as ações sejam estabelecidas dentro das leis. Para que não haja nenhum procedimento irregular. Resolvendo então todas as questões cabíveis à Câmara”, relata.

A partir do relatório apresentado pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Saúde e aprovado pelos vereadores na sessão do dia 13, ficou estabelecida a necessidade da instalação do processo de cassação do mandato de Ari Artuzi.

Devido à falta de quórum nas duas sessões do dia 20, não foi possível realizar a indicação dos membros que farão parte da comissão processante.

Com base no artigo 5º, II, do Decreto-Lei 201/67, os membros serão escolhidos entre os vereadores e os suplentes, exceto aqueles que fizeram parte da CPI e seus suplentes.

“Quanto à composição, os demais vereadores poderão participar da comissão processante, independente da suplência ou não”, destaca a procuradora jurídica Elaine de Araújo dos Santos.

Ela afirma que a composição da comissão processante será feita a partir de sorteio entre as bancadas. “Entre os três membros sorteados para a CP entre as bancadas, o presidente e o relator deverão ser eleitos imediatamente”.

SESSÃO MUDA

A sessão ordinária da Câmara de Dourados, até então realizada na segunda-feira, às 19h, passará agora a ser realizada na terça-feira, a partir das 8h. A medida foi estabelecida pela presidência da Câmara no intuito de que a população acompanhe as sessões com mais tranqüilidade. “A Câmara precisa desempenhar suas funções, pois Dourados não pode parar. Para isto, precisamos da compreensão da população. A Câmara é democrática e o povo tem direito manifestações, desde que sejam de forma pacífica”, conclama Delia Razuk.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso