Menu
SADER_FULL
segunda, 18 de novembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Câmara aprova PEC paralela da Previdência

8 Jul 2004 - 13h29
O plenário da Câmara aprovou nesta quinta-feira, em sessão extraordinária, o primeiro turno da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) paralela da Previdência, por 375 votos a favor, cinco contra e uma abstenção. Eram necessários 308 votos para que ela fosse aprovada.

A votação dos destaques apresentados ao texto e o segundo turno só ocorrerão em agosto, após o recesso parlamentar. O presidente da Casa, João Paulo Cunha (PT-SP), determinou que até as 17h de hoje os partidos apresentem os destaques para votação em separado.

A PEC paralela possui pontos que foram retirados do texto principal da reforma da Previdência, aprovado no final do ano passado, para serem revistos pela Câmara. Entre eles está o subteto salarial e a idade de aposentadoria compulsória dos servidores públicos.

Após a votação, João Paulo encerrou a sessão e desejou "bom descanso e boa campanha" aos deputados. Eles, no entanto, junto com os senadores, ainda terão de participar, nesta tarde, da sessão do Congresso que deverá votar a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2005, o PPA (Plano Plurianual de Investimentos) e créditos suplementares do Orçamento atual para o governo.
 
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - NATAL NA CACAU SHOW
Já é Natal na Cacau Show, confira e faça sua reserva dos deliciosos panettones em Fátima do Sul
OBESIDADE MORBIDA
Mulher de 230 quilos pede ajuda: ‘Está muito difícil minha vida’
EXECUÇÃO
Adolescente grávida tem residência invadida e executada com vários disparos
TATUAGENS
Influenciadoras ganham dinheiro exibindo tatuagens para fãs
TECNOLOGIA
Conheça o Xiaomi Mi Note 10, lançamento chinês com câmera quíntupla
Brasil
Chuvas causam deixam mais de 500 desabrigados
TECNOLOGIA - SE LIGA AÍ
Celulares pré-pagos de 17 Estados devem ser recadastrados até segunda-feira
MA FASE
Com gol de Messi, Brasil é derrotado pela Argentina e prolonga má fase
IDENIZAÇÃO
Justiça de São Paulo determina bloqueio de passaporte do ex-jogador Roberto Carlos
REVIRAVOLTA
Ex-governadora Rosinha vira doceira e evita falar de política: ‘Tudo deixa trauma’