Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 19 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Caixa registra novo recorde ao emprestar R$ 424 milhões em MS

19 Jul 2010 - 16h43Por Assessoria/Caixa

A Caixa Econômica Federal fechou o primeiro semestre de 2010 com um total de R$ 424 milhões de crédito para a compra da casa própria no Mato Grosso do Sul, tendo sido assinados mais de 5,4 mil contratos. Segundo balanço divulgado, hoje (19), desse total, R$ 251,8 milhões foram destinados ao Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV).

De acordo com o banco, o volume de recursos para o crédito habitacional, nos primeiros seis meses deste ano para o Estado, representa um crescimento de 119,72% em relação ao mesmo período do ano passado e já é maior que todo o montante aplicado em moradia no ano 2008, quando foram emprestados R$ 297,6 milhões.

NACIONAL

A previsão é de que até final deste ano a aplicação de recursos em crédito imobiliário em todo o Brasil seja acima de R$ 60 bilhões. "O desempenho da CAIXA, em financiamento habitacional, é compatível com o atual ciclo de desenvolvimento econômico e de inclusão social do país. Mostra a capacidade da empresa para responder aos desafios da política habitacional do Governo Federal e articular projetos urbanos em parceria com os estados e municípios brasileiros", afirmou a presidenta da instituição, Maria Fernanda Ramos Coelho.

Para Hereda, a expansão do crédito imobiliário foi decisiva para a consolidação de todas as principais economias desenvolvidas. "No Brasil, o volume de crédito imobiliário ainda é inexpressivo, se comparado ao PIB e, portanto, acredita-se que o atual ciclo virtuoso se sustentará ao longo dos próximos anos, sendo factível a expectativa de se atingir uma relação de 10% do PIB até o final de 2015", explica o vice-presidente.

O resultado expressivo do semestre também pode ser associado à realização da sexta edição do Feirão CAIXA da Casa Própria. O evento, que passou por treze cidades brasileiras, recebeu 576.194 visitantes e movimentou um volume de recursos de R$ 8,4 bilhões. Os números confirmaram a expectativa do banco em superar as edições anteriores e representam um aumento de 70% em comparação ao volume movimentado no ano passado, de R$ 5 bilhões.

No Programa Minha Casa Minha Vida, desde o lançamento, em abril de 2009, foram assinados mais de 542 mil contratos.

FGTS, SBPE e Outras fontes

Merecem destaque as linhas de crédito habitacional, destinadas a financiar a produção e a aquisição de imóveis novos. Para imóvel novo ou na planta, os empréstimos alcançaram o valor de mais de R$ 20,8 bilhões (sendo que recursos FGTS somam R$ 11,43 bilhões, SBPE R$ 5,15 bi, FAR R$ 4,1 bi e demais fontes R$ 0,12 bi), 173,7% a mais que o primeiro semestre de 2009. A quantidade de unidades aumentou 300%, saindo de 74.898 em 2009 e chegando a 301.405 no mesmo período em 2010.

Já os recursos investidos no financiamento de imóveis usados aumentaram 39% nos primeiros seis meses do ano, com relação ao mesmo período em 2009, saltando de R$ 9,6 bilhões para R$ 13,3 bilhões.

SIMULADOR

O interesse por crédito para moradia continua aquecido. Segundo registro do simulador da CAIXA, a média de acessos diários já chega a 117 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa