Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Caixa estuda dividir terminais eletrônicos com BB e Bradesco

10 Ago 2010 - 10h38Por Folha Online

A Caixa Econômica Federal informou nesta segunda-feira que estuda integrar o uso de seus caixas eletrónicos com Banco do Brasil e Bradesco.

Esses dois últimos já têm os sistemas integrados para o uso dos equipamentos, mas a oferta ainda não é generalizada no país. BB e Caixa também são parceiros.

De acordo com o presidente do BB, Aldemir Bendine, o uso vai garantir redução de custos para as instituições, além de comodidade para os clientes.

Os estudos para a integração dos sistema deve estar concluído em 30 dias, não há data para a medida entrar em vigor.

O anúncio da integração dos caixas foi feito na mesma tarde em que Banco do Brasil e Bradesco formalizaram a entrada da Caixa na nova bandeira de cartões Elo, lançada pelas duas instituições em abril. Os bancos esperam usar a escala dos bancos para repassar ganhos de sinergia aos consumidores.

Além de cartões de crédito, a nova bandeira oferecerá serviços de débito e pré-pago --como vale-alimentação e vale-combustível. A Elo surge para ter forte atuação nas classes C, D e E e acompanhar o trabalho de bancarização das três instituições. Juntas, as três somam mais de 100 mil clientes.

A ideia é que o primeiro cartão esteja disponível em outubro deste ano. A expectativa é atingir 15% do mercado de cartões em cinco anos.

A Caixa terá um terço de participação na holding que administrará a empresa. BB e Bradesco terão outros um terço cada. O controle ficará com o Bradesco.

No memorando assinado hoje, os três bancos também anunciaram que estudam aumentar a participação de hoje 1,14% da Caixa na Cielo, que tem Bradesco e BB com as maiores participações --28,65% cada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara