Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 25 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Caixa Econômica diz que greve dos bancários é abusiva

13 Out 2004 - 17h47
O dissídio coletivo da Caixa Econômica Federal será julgado até a próxima semana. Na audiência de conciliação realiza hoje, a direção do banco relutou em aceitar qualquer negociação proposta pela Confederação Nacional dos Trabalhadores das Empresas de Crédito (Contec). A direção do banco afirmou que alegará em sua defesa que a greve é abusiva.

A Contec – entidade que entrou com o pedido de dissídio coletivo - apresentou as mesmas propostas colocadas para os funcionários do Banco do Brasil: abono de R$ 2 mil, não descontar os dias parados e aumento de 1% nos índices de reajuste que variaram entre 8,5 a 12,5%, segundo o pré-acordo fechado entre bancários e Fenaban (Federação Nacional dos Bancários).

O presidente do Tribunal Superior de Trabalho, ministro Vantuil Abdala, encerrou a audiência pedindo que os funcionários retornem ao trabalho até o dia do julgamento. Vantuil também ofereceu dois dias de prazo para que os funcionários apresentem sua defesa.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção