Menu
SADER_FULL
segunda, 16 de dezembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
FORÇA DE VONTADE

Cadeirante desempregado usa kit e vira entregador de comida - Vídeo

Cadeirante, desempregado e agora entregador. Cleber Vaz, de 39 anos, descobriu na internet um kit de mobilidade urbana motorizado para cadeirantes que mudou a vida dele.

22 Nov 2019 - 14h23Por So Noticia Boa

Cadeirante, desempregado e agora entregador. Cleber Vaz, de 39 anos, descobriu na internet um kit de mobilidade urbana motorizado para cadeirantes que mudou a vida dele.

Há dois meses ele circula trabalhando como “cadeiroboy”, com uma moto adaptada fazendo entregas para Uber Eats e Bee Delivery. O vídeo de Cleber fazendo entregas viralizou nas redes sociais. (assista abaixo)

“Nenhuma empresa contrata cadeirante. As vagas são preenchidas por pessoas que possuem pequenas deficiências, como por exemplo, quem não tem um dedo. Então, por conta disso, eu vi uma oportunidade nos aplicativos para trabalhar”, disse ao A Crítica.

“Eu já vendia bolo na rua com a minha esposa. Vendemos até hoje bolo de macaxeira e de milho, eu mesmo que faço. Tudo começou aí para eu querer ir atrás do kit.  Já trabalhei como fiscal e auxiliar administrativo, tudo graças à Associação dos Deficientes Físicos, a Adefa. Eles conseguiram para mim, sou muito grato”, diz o motoboy.

Kit livre

O kit deu liberdade de locomoção e uma nova perspectiva para o motoboy que trabalha sorridente pelas ruas de Manaus.

O guidão automatizado, que é conhecido como “kit livre”, vem diretamente de São José dos Campos (SP) e é totalmente adaptável à cadeira de rodas de Cleber.

O equipamento elétrico alcança no máximo 35km/h.

História

Com 21 anos Cleber levou um tiro e ficou paraplégico.

“Há 17 anos que vivo nessa condição. Tento me virar do jeito que eu posso. Muita gente conhece a minha história de vida. Fui baleado quando tinha 21 anos e acabei ficando paraplégico. Então, esse foi o modo que eu vi para ajudar a sustentar a minha família, pois as coisas não estão fáceis”, disse o autônomo de 39 anos.

Cleber Vaz explicou que a situação da família se complicou.

Morador do bairro Aleixo, situado na Zona Centro-Sul da capital amazonense, Cleber é casado e pai de três filhos pequenos, um menino de 13, uma menina de 9 e outro menino de 5 anos.

Mesmo numa condição especial ele se dedica total e incondicionalmente para criá-los.

“Eu vivia em casa chorando porque tinha acabado de perder um sobrinho de 14 anos por conta de um tiro na porta de casa. Sem Deus na minha vida, eu não teria conseguido. Por isso eu digo que fazer entregas salvou a minha vida. Isso me tirou da depressão”, revela.

Famoso

Cleber afirma que tem sido maravilhoso trabalhar com o delivery, pois por onde passa querem tirar fotos com ele.

“As coisas se tornaram mais difíceis, mas, devido ao tempo que tenho na cadeira, vivo uma vida normal como qualquer outra pessoa, pego até meus filhos na escola, sou completamente reabilitado”, explica o entregador, que brinca se autodenominando “cadeiroboy”.

Há dois anos, Cleber se tornou diácono da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas (IEADAM).

Segundo ele, fazer a obra para o Criador também é o que lhe motiva a continuar.

“Ajudo como Diácono na igreja aqui do bairro, resgatando vidas de jovens perdidos que precisam de amor.

Isso me motiva a ser alguém melhor todos os dias, não só para a minha família, mas para os outros também. É importante fazer o bem e ajudar na obra de Deus”, explicou o entregador.

Assista ao vídeo de Cleber fazendo entregas pelo Uber Eats, que viralizou nas redes sociais:

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Após flagrar a esposa com amante em hotel, marido é assassinado a tiros
JATEÍ SERÁ A PRÓXIMA
Bolas utilizadas em campeonatos brasileiros são costuradas em penitenciárias de MS, próxima é Jateí
FLAGRANTE
Moça é flagrada tentando levar celular na vagina para amiga na cadeia
CASSINO ONLINE
Cassino
FAMOSIDADES
Ex-panicat Carol Dias se torna especialista em finanças e junta R$ 3 milhões
BARBÁRIE
Ex-namorado é principal suspeito de matar mulher a pedradas
100 CORRUPÇÃO
Bolsonaro diz que colocará 'no pau de arara' ministro que se envolver em corrupção
Economia
Bolsonaro amplia saque do FGTS para R$ 998 e quem já tirou R$ 500 pode receber a diferença
ACIDENTE FATAL
Estudante de medicina morre em acidente violento
FÁTIMA DO SUL - ALERTA
Pedófilos se passam cantora e ameaçam crianças que mandam até nudes, caso aconteceu em Fátima do Sul